Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Angel Luzinha

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe por Paula Veiga Claro

Angel Luzinha

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe por Paula Veiga Claro

02
Nov11

Uuuuuuuuuu... que medo!


Hoje temos um novo habitante aqui em casa :-))) É o fantasma que a Rafaela trouxe da escola e que está agora pendurado no seu quarto :-)

Ali anda ele a baloiçar suavemente para lá e para cá ao pé da Kitty gigante que vive em cima do guarda-roupa :-))

Todos os meninos da sala dos grandes fizeram um fantasma e a Susana pendurou-os na enorme janela que dá para a rua para assustar os transeuntes. UUUUUUUiiiiiiiii spoooky!! eh eh eh!

Mas o dia das bruxas já passou e os fantasmas tiveram autorização para deixar os seus postos e irem com os respectivos donos para casa. Então lá veio o dito cujo todo contente na mão da Rafaela :-)

E aqui está ele! :-) Agora a sua missão é proteger o quarto da princesa e assustar todos aqueles que quiserem fazer mal aos seus amiguinhos :-)

02
Nov11

No mundo dos sonhos

Quando a minha filha era bebé eu olhava para ela e pensava: "O que será que vai na sua cabeça? Deve ser um vazio total!" Realmente gostava de saber o que vai na cabeça de um bebé com três ou quatro meses... será mesmo um vazio? não sei... só sei que a minha filha sempre foi muito cusca e em bebé já olhava para tudo com uma atenção fantástica. Nunca mais me esqueço das palavras da minha querida amiga Vanda quando nos veio visitar. A Rafaela tinha um mês ou dois mas fitou-a durante quase toda a visita! A Vanda fartou-se de rir ao ver aquele ser tão pequenino a olhar para ela com tanta atenção. Aqueles olhos enormes e pestanudos já revelavam uma curiosidade impressionante. "Até parece que ela está a pensar alguma coisa sobre mim! parece que está a fazer algum juízo de valor!, exclamava a Vanda toda derretida. Sempre foi uma bebé agitada (muuuuito!!) e curiosa. Ainda me lembro que quando ia às vacinas torcia-se toda deitada na maca, inclinava a cabeça para trás para conseguir olhar para tudo... enquanto isso, outros bebés da sua idade permaneciam sossegados nas macas, muitos deles quase a dormir. Já nessa altura eu falava com ela como gente grande! ainda me lembro de passar tardes inteiras sentada ao seu lado a contar-lhe histórias ou a falar sobre o que estava a fazer (agora estou a preparar o teu biberão, agora estou a fazer a tua sopinha, isto é uma cenoura e tem muitas vitaminas, e blá blá blá).... e a pensar como seria fantástico quando ela já soubesse falar, quando ela já me soubesse responder, quando ela já soubesse dizer mamã! e o papá olhava para mim e achava que eu era doida porque estava para ali a falar daquela maneira com uma bebé de poucos meses!! E ela, deitadinha na sua espreguiçadeira, não tirava os olhos de mim e se me perdia de vista desatava logo a chorar.

Mas será que nessa altura ela já pensava alguma coisa? será que existia alguma coisa para além da mamã, fome, sono e colo?... para mim aquela cabeça devia ser um vazio total... não sei!... mas se nessa altura estava vazia, agora está a ficar cada vez mais cheia! dentro dela já existe um imenso universo de fantasia, um sem número de aprendizagens e conhecimentos. Aliás, antes de ser mãe não fazia a mínima ideia que uma criança de 3 anos já soubesse tanta coisa e que tivesse tanta manha para dar volta às questões de forma a atingir o que pretende! e que falasse pelos cotovelos! a evolução do ser humano é deslumbrante e fazer parte dela é uma bênção. Agora aquela cabecinha não pára, nem a dormir! até a dormir fala! hoje de manhã virou-se na cama e exclamou de repente "Eu não te faço mal! Chamo-me capuchinho vermelho". E continuou a dormir tranquila. Tadinha, estava a sonhar com a bonecada 

01
Nov11

Manicure :-)))

Hoje, ao acordar da sesta, a piolha pediu a sua habitual dose de miminhos :-) "Mamã quero muitos miminhos!" pedia ela deitada em cima da nossa cama com aquela fofura deliciosa que só as crianças têm ao acordar.

E eu, claro, nunca digo que não a mais uns miminhos! Deitei-me ao seu lado e toca de encher aquela cara linda e aquele corpinho fofo e cheiroso de mimos, beijos e abraços :-) E ela agarrada a mim, retribuia todo aquele carinho.

Costumo dizer que se a minha filha fosse um animal, seria certamente uma gatinha daquelas que andam sempre atrás da dona e que nunca dizem que não a mais uma festa, a mais um colo, a mais um carinho! Daquelas que ronronam e fecham os olhinhos quando sentem o aconchego de quem tanto amam.

A mimha piolha é mesmo assim, uma criança meiga e doce como o mel. Um verdadeiro amor de menina. Sempre a dar e a pedir miminhos à sua mamã :-) Um amor que me deixa babada!

Mas hoje, no meio desta sessão de carinhos, a princesa lembrou-se subitamente de uma coisa e exclamou "Já tenho saudades de pintar as minhas unhas!"

De facto é verdade, já há algum tempo que a piolha não me pedia para lhe pintar as unhas! hoje deu-lhe para isso :-)

Então fomos lanchar e a seguir seguiu-se uma sessão de manicure!! Toca de cortar aquelas unhas minusculas e toca de ir buscar o verniz cor-de-rosa. "Não queres pintar de vermelho Rafaela?" perguntei-lhe eu. "Não, não quero, o vermelho é do benfica", respondeu ela.

Agora anda com esta pancada!!! desde que conheceu o amigo Jubas ficou completamente rendida ao Sporting e acha que tudo o que é vermelho é do Benfica. Enfim, já lhe expliquei vezes sem conta que há muitas coisas vermelhas e que nem tudo o que é vermelho é do benfica.... mas ela não quer e pronto. Não gosto nada destas palermices futebolisticas mas enfim...

Também não acho grande piada ver crianças tão pequenas de unhas pintadas mas se isso a faz feliz e se for só de vez enquando não me parece mal de todo. Para além disso, há cada vez mais marcas com linhas exclusivas para meninas feitas com componentes aprovados para o uso em crianças.

E foi assim. Lá andou ela pela casa toda contente com as mãozinhas no ar!! "As minhas mãos ficam mesmo bonitas assim! Gosto mesmo das minhas unhas cor-de-rosa! Estão mesmo bonitas, não estão papá? Achas que amanhã a Susana vai gostar? Também queres pintar as tuas de cor-de rosa mamã? O papá podia pintar as dele de lilás, também ficava bonito! Agora quando for tomar banho o verniz não sai pois não mamã? Agora não posso mexer aí senão as minhas unhas ficam um bocadinho estragadas!" e vá de bailar como uma princesa (anda doida com o universo das princesas!) e vá de cantar e falar, falar, e falar!

No verão passado sei que também morri a rir com esta história das unhas! Um dia pintei-lhe as unhas de manhã e quando acordou da sesta disse-lhe que iamos até à praia. ELA FICOU DOIDA! Ainda meia ensonada começou aos gritos e a chorar "Eu não quero ir à praia, senão estrago as minhas unhas!!". Mas acabou por ir... mas de vez enquando olhava e dizia "As minhas unhas ainda estão muito boas!".

Enfim, é mulher e basta! :-)))

E eu pintei as minhas sossegada ao serão mas não foi de cor-de-rosa! Foi de bordeaux... ou do benfica como diria ela :-)))

Pág. 4/4