Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Angel Luzinha

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe por Paula Veiga Claro

Angel Luzinha

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe por Paula Veiga Claro

Regresso às aulas. Uma semana depois...

25.09.20, Paula Veiga Claro
Primeira semana de aulas concluída e, por incrível que pareça, o balanço é francamente positivo. Dá gosto ver a rapidez com que salta da cama às 7h00 da manhã para se arranjar e abraçar a sua vida. É uma miúda que adora aprender, superar-se, ter objetivos e conviver. É minha filha e quem sai aos seus não degenera. Aliás, anda tão feliz no mundo real que nem tem olhado para o digital! Estava sedenta de voltar a sentir o pulsar da vida longe de ecrãs, teclas e apps. Chega a (...)

Seis meses depois

17.09.20, Paula Veiga Claro
Regresso molhado só pode ser abençoado!! Quem nos segue há muitos anos ainda se lembra quando eu a fotografava com o quadro de ardósia para assinalar o regresso às aulas. Ahhh pois, mas esses tempos já lá vão! Hoje nem queria que eu fosse mas lá percebeu o quão importante é para mim viver e registar estes momentos. A mãe galinha desejou-lhe boa sorte e ali ficou a vê-la entrar pelo portão da escola nova. Tenho a miúda no secundário... nem acredito! A felicidade era tanta (...)

REGRESSO À ESCOLA: 10 Razões Para Um Sim

10.09.20, Paula Veiga Claro
Anda feliz da vida! No dia 1 deste mês retomou presencialmente o centro de estudos (para rever a matéria e desenferrujar os neurónios) e de hoje a uma semana vai entrar com o pé direito na escola nova. O entusiasmo brota-lhe por todos os poros! Não sei se os vossos filhos morreram de amores pela escola digital mas a Rafaela detestou a experiência. Todos os dias me dizia que tinha saudade da vida como era antes. Porquê? Porque na escola aprende-se mas também se colecionam memórias (...)

Tie dye (com lixívia)

30.07.20, Paula Veiga Claro
Tenho para mim que vou deixar de lhe comprar t-shirts porque as que ela tinge estão no topo das preferidas (só não as veste enquanto estão no estendal!). A primeira experiência foi com tintas acrílicas coloridas (quem não viu basta espreitar aqui) e agora resolveu usar lixívia. Agarrou numa t-shirt preta (que eu raramente vestia), cortou-lhe as mangas e o comprimento e usou a mesma técnica da anterior. (...)

Lições que se aprendem na escola que nunca encerra

28.07.20, Paula Veiga Claro
Não foi só a nossa vida que mudou com esta maldita pandemia. Quem olha para os jovens até pode pensar que andam sempre porreiros e bem dispostos mas os suspiros não enganam ninguém! Neste momento conturbado ainda precisam mais da nossa atenção e companhia, apesar de não o quererem demonstrar. A Rafaela, por exemplo, todos os dias me diz que tem saudade da escola, do convívio com as amigas e do ATL que frequentava todos os verões. Está a par das notícias, conversamos bastante (...)

Black nails (a história repete-se!)

09.07.20, Paula Veiga Claro
Eu gosto de unhas curtas e redondas. Ela prefere compridas e quadradas. Resumindo, cada vez que lhas cortava apanhava uma pilha de nervos porque nunca ficavam como ela queria. Protestava, arreliava-me... deixava-me a cabeça em água! Mas já resolvemos o assunto. Eu agora só lhe corto as dos pés. Das mãos trata ela. Leva horas a limar, a aplicar a base, o verniz e o top coat mas ficam ao seu gosto e a minha paciência agradece 😅 e o preto tem sido a sua cor de eleição, ou não (...)

O talento tem asas e quer espaço para voar

02.07.20, Paula Veiga Claro
Já tinha publicado estas fotos nas stories mas, um talento assim, merece estar aqui no blog (apesar da Rafaela o esconder do mundo porque, cada vez que mostra os seus trabalhos, há sempre um colega que lhe diz que deve ter copiado por cima). Não faças caso meu amor! Só se vive uma vez e, cada um de nós, deve orgulhar-se dos dons com que nasceu. O talento não deve ficar fechado num baú porque tem asas e quer espaço para voar. Que aquilo que os outros pensam nunca nos impeça de (...)

Finalmente!

28.05.20, Paula Veiga Claro
O que ela esperou por este momento!!! Há dois meses e meio que só contacta com as amigas digitalmente. Aliás, se eu tivesse a idade dela também já estaria a trepar pelas paredes! Compreendo-a perfeitamente. Na adolescência não há nada que se compare à gargalhada vivida em grupo, ao sussurro entre amigas, à música cantada em coletivo e aos olhares cúmplices de quem partilha a mesma forma de estar na vida. Sim, a adolescência não se repete (felizmente!!!) e tem de ser vivida (...)

Uma noite no Jardim Zoológico

26.04.19, Paula Veiga Claro
  Passei o feriado a trabalhar (foi mais um dia mágico e intenso no Museu das Crianças), cheguei a casa às 9 da noite por isso só hoje é que consegui partilhar este grande momento com vocês. Aqui a mamã galinha continua a alargar o cordão umbilical e, desta vez, atirei-a às feras! Passou a noite de 24 para 25 no Jardim Zoológico, no âmbito de uma visita de (...)