Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Angel Luzinha

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe por Paula Veiga Claro

Angel Luzinha

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe por Paula Veiga Claro

Sessões de Natal 2015. Já estão abertas as inscrições!

06.11.15, Paula Veiga Claro
A edição do ano passado foi um sucesso e este ano há mais! No dia 29 de Novembro vou estar o dia inteiro sem interrupções (das 10h00 às 17h00) no Estúdio Foto Space em Lisboa (Largo da Graça, n.º 30 - 1º) para fotografar as vossas famílias em ambiente natalício. Sessões únicas (daquelas que não se fazem todos os dias!) com fotos que vocês vão querer guardar, emoldurar, partilhar e oferecer aos avós, tios e padrinhos! Fotos para eternizar o melhor da vida: A família e a (...)

Novidades Zippy e uma menina que já não é bebé

12.12.14, Paula Veiga Claro
Onde está a minha bebé? É tão bom vê-la crescer mas ao mesmo tempo... enfim, vocês sabem como é! A bebé deu lugar a uma menina cada vez mais senhora. Uma menina que já perdeu a espontaneidade selvagem e inconsciente dos primeiros meses/anos. Já lá vai o tempo em que a conseguia fotografar despenteada ou a fazer aquelas bolinhas de baba com a boca. As crianças entre os 18 meses e os 4 anos dão imenso trabalho mas são o meu alvo preferido. São seres humanos em estado puro sem (...)

Angel Luzinha Christmas Shoots. Sorteio Voucher Zippy

01.12.14, Paula Veiga Claro
Quatorze famílias, quatorze papelinhos. A Rafaela é que tratou de tudo! Numerou, cortou e veio ter comigo no final de cada sessão para exercer as suas funções. Quem tem uma assistente assim tem tudo! Esta miúda vale ouro e é a coisa mais querida! Cada família tirou um papelinho e o mistério ficou no ar. Pedi a todas elas que não me dissessem que número lhes tinha saído. Por isso mesmo, estou aqui em pulgas para saber quem é que tem o número 2! Quem será? Quem é que vai (...)

Já não tenho vagas. Vai ser um dia mágico e vamos ajudar quem mais precisa!

26.11.14, Paula Veiga Claro
O dia aproxima-se e são muitos os mails que tenho recebido a perguntar se ainda tenho vagas. Lamento mas já tenho tudo preenchido e só vou fazer algo semelhante para o Natal do ano que vem (quem sabe num estúdio meu pois é um sonho que acalento!). Como sabem trabalho sozinha (só conto com a preciosa ajuda do  meu marido e da minha filha) e uma acção deste género implica uma grande logística (cenário, equipamento, etc). Para além disso, já não consigo multiplicar-me nem (...)

Obrigada Francisco! Fiquei derretida ♥

23.05.14, Paula Veiga Claro
Este mês tem sido um corropio entre blog, sessões, eventos e pós produção. O bom tempo convida às sessões outdoor e são muitas as famílias que tenho conhecido e fotografado ao longo destes dias. Isto para dizer que há duas semanas fotografei o Francisco e o Tomás e não resisto em partilhar convosco este momento que me deixou completamente derretida! Ontem enviei um SMS à mãe destes dois reguilas (a informar que o DVD com as fotos da sessão será enviado na próxima segunda (...)

O carro novo, o sonho adiado e uma bela tarde de trabalho ♥

20.10.13, Paula Veiga Claro
Por vezes há coisas que acontecem tão depressa que nem temos tempo de as digerir. Desde ontem que estou com essa sensação por causa do rol de emoções que tenho vivido nestas últimas 48h. Pensava que tinha carro para mais uns 14 anos (para além dos 14 que já tem!) quando subitamente o meu companheiro de quatro rodas (que nunca me deu problemas) resolveu colocar-me numa situação complicada. Um arranjo daquele valor estava completamente fora de hipótese, ainda para mais sem (...)

Alice no País das Maravilhas

01.10.13, Paula Veiga Claro
Uma mini sessão num sitio que adoro e que me enche de boas energias. Consigo tocar o Sol e dançar ao sabor da luz.Sinto o cheiro das flores e fecho os olhos enquanto inspiro a serenidade que me rodeia. Um beijo, um abraço, um sorriso e uma careta.A personagem deste conto chama-se Alice. Fez dois anos e esteve rodeada de familiares e amigos num dia em que o Sol brilhou só para ela. A doçura do olhar, o sorriso reguila, a vontade de descobrir o mundo, a ternura de cada gesto... tudo (...)