Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Paula Veiga Claro

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe

Paula Veiga Claro

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe

Liberdade é coisa boa

25.04.21, Paula Veiga Claro

Paula Veiga Claro Fotografia-0355 (1).jpg


Nasci em 1976. Faço parte da geração que sempre teve a liberdade como um dado adquirido. Contudo, apesar de nunca ter lutado por ela, sempre lhe dei o devido valor, sobretudo porque nasci com o bichinho da comunicação. Sei que só consegui licenciar-me nesta área porque no dia 25 de abril de 1974 tudo mudou. A geração dos meus pais desbravou o terreno e, foi graças a ela, que eu nasci em democracia e pude fazer das palavras e da fotografia a minha profissão. Noutros tempos, possivelmente, teria passado alguns anos atrás das grades caso ousasse dar a minha opinião sobre determinados assuntos (sim, porque quem nasce com o bichinho da comunicação não consegue viver amordaçado).

Por tudo isto, sempre soube dar valor à liberdade e até reconheço que, hoje em dia, se passou do 8 ao 80 (basta abrir as redes sociais para perceber a falta de respeito com que muita gente fala de tudo e de nada). Vivemos em democracia mas, não nos podemos esquecer, que a nossa liberdade acaba onde começa a dos outros. É bom que assim seja porque é no meio termo que está a virtude.

Curiosamente, 47 anos após o 25 de Abril, temos visto alguns dos nossos direitos suspensos devido à pandemia. Dá que pensar, não dá? A geração que tinha a liberdade como um dado garantido, passou a vê-la com outros olhos.

A História é feita de contrassensos e atualmente a palavra liberdade ganhou, sem dúvida alguma, uma nova interpretação e dimensão 🙌

 

Também nos podem seguir no Instagram e Facebook