Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Paula Veiga Claro

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe

Paula Veiga Claro

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe

As mães também crescem e eu cresci mais um bocadinho!

30.06.21, Paula Veiga Claro

Paula Veiga Claro Fotografia (1 de 1).JPG

Quem me conhece sabe que sou muito desapegada das coisas (nunca fui uma pessoa materialista) mas não pratico o desapego com as pessoas que amo. Porquê? Porque a vida, mais tarde ou mais cedo, se encarrega de nos desapegar de tudo. Por isso mesmo, não vale a pena acelerar o processo. Tudo tem o seu tempo e cada um de nós tem o seu.

Isto para vos dizer que tirei esta selfie para a minha coleção de momentos históricos mas, não resisto em partilhá-la porque sei que muitas de vocês me seguem desde os tempos em que a Rafaela era bebé e gostam de acompanhar a evolução da bicharoca.

Na sexta apanhou o Expresso sozinha pela primeira vez!!! Foi até ao Alentejo matar saudade dos avós. Aliás, era suposto termos ido lá deixá-la (desde o Natal que não conseguimos lá pôr os pés) mas agora estamos aprisionados na zona metropolitana de Lisboa. O que fazer??? Durante a semana também não é possível porque a malta trabalha... então bora lá puxar pela imaginação!

Foi de Expresso e foi muito bem! Não se pode sair da zona metropolina de carro mas de Expresso não há problema (vá-se lá perceber estas restrições).

E lá foi ela feliz da vida! Fez o percurso que eu fiz centenas de vezes nos tempos de faculdade e, à chegada, lá estavam os meus pais prontos para abraçar a neta preferida (sim, porque não têm mais nenhuma).

Aproveita meu amor porque os momentos de hoje são as memórias de amanhã. Hoje cresceste mais um bocadinho e eu também!

Um dia, quando fores mãe, vais perceber que cortar o cordão umbilical é um processo que leva o seu tempo... mas ver-te ganhar autonomia, responsabilidade e confiança é uma sensação incrível!