Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Paula Veiga Claro

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe

Paula Veiga Claro

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe

Liberdade é coisa boa

25.04.21, Paula Veiga Claro

Paula Veiga Claro Fotografia-0355 (1).jpg


Nasci em 1976. Faço parte da geração que sempre teve a liberdade como um dado adquirido. Contudo, apesar de nunca ter lutado por ela, sempre lhe dei o devido valor, sobretudo porque nasci com o bichinho da comunicação. Sei que só consegui licenciar-me nesta área porque no dia 25 de abril de 1974 tudo mudou. A geração dos meus pais desbravou o terreno e, foi graças a ela, que eu nasci em democracia e pude fazer das palavras e da fotografia a minha profissão. Noutros tempos, possivelmente, teria passado alguns anos atrás das grades caso ousasse dar a minha opinião sobre determinados assuntos (sim, porque quem nasce com o bichinho da comunicação não consegue viver amordaçado).

Por tudo isto, sempre soube dar valor à liberdade e até reconheço que, hoje em dia, se passou do 8 ao 80 (basta abrir as redes sociais para perceber a falta de respeito com que muita gente fala de tudo e de nada). Vivemos em democracia mas, não nos podemos esquecer, que a nossa liberdade acaba onde começa a dos outros. É bom que assim seja porque é no meio termo que está a virtude.

Curiosamente, 47 anos após o 25 de Abril, temos visto alguns dos nossos direitos suspensos devido à pandemia. Dá que pensar, não dá? A geração que tinha a liberdade como um dado garantido, passou a vê-la com outros olhos.

A História é feita de contrassensos e atualmente a palavra liberdade ganhou, sem dúvida alguma, uma nova interpretação e dimensão 🙌

 

Também nos podem seguir no Instagram e Facebook

Mini Sessões Dia da Mãe

19.04.21, Paula Veiga Claro

Dia da Mãe_2021 (2).jpg

Tenho recebido algumas mensagens a perguntar se este ano também faço as habituais Mini Sessões Dia da Mãe e a resposta é SIIIIIM 😊

As Mini Sessões vão decorrer de 20 de abril a 1 de maio (inclusive) nos jardim e espaços verdes de Lisboa e arredores (ou até no conforto das vossa casas, se preferirem. Vocês é que mandam! Eu vou onde quiserem).

Como sabem, as Mini Sessões têm sempre um preço especial porque fazem parte desta campanha exclusiva.

Para marcações e informações basta enviarem mensagem privada.

Mães e respetivos pintainhos, cá vos espero 😊


#paulaveigaclaro #photography #familyphotography #photosessions 

#photoshoots #mothersdaysessions #mothersday #collectmomentsnotthings

Com 10 letrinhas apenas se escreve a palavra FELICIDADE

05.04.21, Paula Veiga Claro

Paula Veiga Claro Fotografia-4964 (1).jpg

Hoje às 8h15 a Rafaela retomou a escola presencial e eu o ginásio. Como sabem, treinei diariamente durante todo o confinamento mas já sonhava dia e noite com a reabertura do clube onde treino há 15 ou 16 anos (são tantos que já nem sei!). Sim, porque treinar no quarto ou na sala não é a mesma coisa! Só quem tem este "vício" pode imaginar a felicidade com que saltei hoje da cama 😁💪
 
E a minha bicharoca fofinha lá foi a esvoaçar para a sua vida. Tão feliz por voltar ao mundo real, ao invés de passar os dias enterrada na cadeira em frente ao computador.
 
Que a nossa felicidade se mantenha 🙏
Voltar a sentir uma certa normalidade não é bom, é ótimo!
 

Que a Páscoa passe rápido

02.04.21, Paula Veiga Claro

Paula Veiga Claro Fotografia-1993.jpg

Vocês sabem que as redes sociais são a montra onde exponho e divulgo o meu trabalho mas, algumas de vocês, já me seguem desde que nasceu a Rafaela e o blog (há 13 anos) e sabem perfeitamente que as minhas publicações também são o reflexo do meu estado de espírito.

Hoje, por exemplo, não me apetece deixar aqui ovos, folares ou coelhos. O mood da Páscoa passou-me completamente ao lado. Porquê? Porque a minha mente está no Alentejo, junto da restante família, e o meu corpo está ancorado aqui em Lisboa a cumprir as normas impostas pela atual conjuntura.

Confesso que nesta altura do campeonato só quero é que a Páscoa passe rápido e que não haja danos colaterais (a fatura que todos temos pago pelo pós Natal/Passagem de Ano tem sido demasiado elevada).

Que o sacrifício de uns (sim, porque estar longe da família, sobretudo nestas alturas, é um sacrifício) não seja deitado por terra pela irresponsabilidade daqueles que furam a cerca e agem como se estivesse tudo bem.

NÃO, não está tudo bem e não vai ficar tudo bem. Até uma alma sonhadora e otimista (como eu) percebe isso. Ainda temos um looooongo caminho pela frente até à tão desejada normalidade.

Que a Páscoa passe rápido. Hoje é este o meu único desejo.