Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Paula Veiga Claro

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe

Paula Veiga Claro

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe

Panquecas made by Rafaela

28.04.20, Paula Veiga Claro

Paula Veiga Claro_28Abril.jpg

Quem tem uma filha que gosta de cozinhar, tem tudo! Sai ao pai (felizmente). Hoje decidiu fazer panquecas para o pequeno almoço e até improvisou um creme de chocolate. Agarrou numa tablete, partiu quatro quadrados, derreteu no microondas e já está! É uma desenrascada! E eu? Eu fiquei-me pelo pão com queijo porque, de manhã, quem me tira o belo do queijo (e do chá) tira-me tudo. Enfim, gostos não se discutem.

Também nos podem seguir no Instagram / Facebook / YouTube

 #panquecas #panquecashomemade

Diário Covid-19 (dia 49): A mãe que não quero voltar a ser

27.04.20, Paula Veiga Claro

Paula Veiga Claro_27 Abril.jpg

Que a paciência não me falte para enfrentar mais uma semana porque isto da escola digital dá-me literalmente cabo dos nervos! Sei que os professores estão a dar o seu melhor mas, só quem tem filhos em idade escolar, sabe o esforço que uma mãe faz para não dar em doida. Acompanhei-a sempre do 1° ao 4° ano mas, quando foi para o 5° decidimos colocá-la num centro de estudos porque a nossa relação mãe/filha estava a ficar prejudicada. Sim, porque uma mãe que faz diariamente de professora e explicadora acaba por ser a chata e a má da fita! Não pode ser. Tive de me libertar desse papel, até porque a minha vida profissional não me permitia conciliar tanta coisa (sentia-me a enlouquecer!).

Resumindo, colocá-la num centro de estudos foi das melhores decisões que tomámos na vida. Ganhou outros métodos de trabalho (que em casa, por muito que tentemos, não lhes conseguimos incutir) e passou a ser acompanhada diariamente por quem faz do ensino a sua profissão. Continuou a ser uma aluna exemplar (como sempre foi) e o nosso tempo em família passou a ser só para nós. Com isto não quero dizer que me desliguei totalmente do assunto, até porque sou o tipo de mãe que gosta de passar os olhos pelos cadernos, ver o que anda a estudar e que projetos está a desenvolver mas, passei a fazê-lo de uma forma bastante descontraída. Quem diria que, passados dois anos (entretanto já está no 6°) eu voltaria a assumir o papel da mãe que não quero ser. Juro que não quero voltar a ser a má da fita, aquela que grita, chateia e perde a paciência mas... não sou de ferro! Um dia destes fujo para o coração da floresta e só dou sinal de vida quando este inferno passar... 

Também nos podem seguir no Instagram / Facebook / YouTube

#estudoemcasa #everydaycovid #staystrong #staysane 

ALERTA! Vem aí mega passatempo Philips para celebrar o Dia da Mãe

26.04.20, Paula Veiga Claro

PHILIPS BLOG.jpg

De hoje a uma semana celebra-se o Dia da Mãe e não há covid que nos impeça de comemorar! Eu e a Rafaela juntámo-nos à Philips e vamos sortear este mega cabaz (no valor de mais de 500€) ao longo do mês de maio. Como?? Este cabaz é composto por 4 produtos e o mês de maio tem 4 semanas, ou seja, todos os domingos vamos sortear um produto no instagram. Cada passatempo terá a duração de seis dias e a vencedora será apurada aleatoriamente (via Sorteiogram) e anunciada no domingo seguinte. Aliás, faço questão de publicar já as datas para que todas vocês tenham acesso a esta informação e possam ficar atentas. Estamos em isolamento social mas temos de continuar a cuidar de nós para que a nossa auto estima não se vá abaixo. Ahhh pois! Peludas e descabeladas, NEM PENSAR! Estes gadgets permitem-nos manter as rotinas com o corpo e cabelo de forma segura, rápida e eficaz, sem sairmos de casa. Vamos então às datas:

- 3 de maio: Sorteio Philips Lumea IPL BRI920
- 10 de maio: Sorteio Philips Auto Curler BHB876

1.jpg

- 17 de maio: Sorteio Philips Escova Alisadora BHH880
- 24 de maio: Sorteio Philips Secador DryCare Pro BHD274

2.jpg

Fiquem atentas 🤩🤩🤩🤩 

#parceriasangelluzinha #parceria #pub #passatempo #giveaway #philips 

Também nos podem seguir no InstagramFacebook YouTube

Liberdade é coisa boa

25.04.20, Paula Veiga Claro

Paula Veiga Claro_25 Abril.jpg

Nasci em 1976. Faço parte da geração que sempre teve a liberdade como um dado adquirido. Contudo, apesar de nunca ter lutado por ela, sempre lhe dei o devido valor, sobretudo porque nasci com o bichinho da comunicação. Sei que só consegui licenciar-me nesta área porque no dia 25 de abril de 1974 tudo mudou. A geração dos meus pais desbravou o terreno e, foi graças a essa geração, que eu nasci em democracia e pude fazer das palavras e da fotografia a minha profissão. Noutros tempos, possivelmente, teria passado alguns anos atrás das grades caso ousasse dar a minha opinião sobre determinados assuntos (sim, porque quem nasce com o bichinho da comunicação não consegue viver amordaçado!).

Por tudo isto, sempre soube dar valor à liberdade e até reconheço que, hoje em dia, se passou do 8 ao 80 (basta abrir as redes sociais para perceber a falta de respeito com que muita gente fala de tudo e de nada). Vivemos em democracia mas, não nos podemos esquecer, que a nossa liberdade acaba onde começa a dos outros. É bom que assim seja porque é no meio termo que está a virtude. Por outro lado, pela primeira vez em 46 anos, vimos alguns dos nossos direitos suspensos e celebramos esta data em isolamento social. "Parece um contrassenso!", exclamou a Rafaela enquanto caminhávamos hoje de manhã pelo silêncio do verde e falávamos sobre a revolução.

Pois é minha querida, mas a história também se faz de contrassensos e hoje, passados 46 anos, a palavra liberdade ganhou outra interpretação e dimensão. A geração dos meus pais destituiu a ditadura e nós estamos destituir um vírus que nos está a roubar aquilo que eles conquistaram. Um dia, quando fores mãe, vais poder dizer aos teus filhos que, a liberdade com que vivem, foi reconquistada pela tua geração. 

 #socialdistancing #staysafe #staystrong #staypositive #staysane #stayhealthy

Também nos podem seguir no InstagramFacebook YouTube

Diário Covid-19 (dia 46): Mais uma missão cumprida

24.04.20, Paula Veiga Claro

IMG_20200424_152722_536.jpg

Pintura dos halls concluída. Valeu a pena a trabalheira! Agora passo a vida a olhar para as paredes 😄 Estou mesmo satisfeita com o resultado final. Ainda bem que escolhi o tom magnólia porque contrasta suavemente com o branco das portas e rodapés e dá aquele ambiente sereno, luminoso e aconchegante. Era isto mesmo que eu pretendia. Entretanto, já estou aqui a ganhar coragem para me atirar ao próximo projeto. SIM, porque eu não posso é estar parada! Enquanto ando entretida não penso em tristezas...

IMG_20200422_120113_165.jpg

IMG_20200424_152722_537.jpg

IMG_20200424_152722_549.jpg

IMG_20200424_152722_539.jpg

#paulaveigaclaro #stayactive #staycreative #staypositive #diy

Também nos podem seguir no InstagramFacebook YouTube

Diário Covid-19 (dia 44): Coisas que se ouvem cá em casa...

22.04.20, Paula Veiga Claro

Paula Veiga Claro_22 Abril.jpg

"Pensava que só os nerds é que gostavam da escola, afinal não!". Palavras da Rafaela que todos os dias suspira pelo regresso às aulas. Continua a dizer que a escola digital é uma palhaçada e que não há nada que se compare à real. Por outro lado, passa horas online com a melhor amiga (a conversa não se esgota, é uma alegria!) e a rever fotos das visitas de estudo e dos tempos em que brincava livremente com as colegas. Até já me disse que, quando as lojas voltarem a abrir, gostava que lhe comprássemos um quadro em cortiça para encher de fotos e pendurar no quarto. Pois é minha querida, agora percebes porque é que eu coleciono momentos (e não coisas!). Porque são os bons momentos que nos permitem ter força para enfrentar os maus. Tu chegaste a esta conclusão aos 12 anos mas há por aí muito adulto que só agora lá chegou (e há os que nem andam lá perto porque o lado material da vida cega e envenena muitas almas). Resumindo, para quê colecionar luxos, tralha e futilidades quando, o que realmente importa, não está à venda. Quando eu dizia isto havia quem encolhesse os ombros em sinal de desdém porque, afinal de contas, os fotógrafos e os artistas são aqueles tontinhos que respiram e vivem poesia. Pois é, pois é... mas agora percebem que os tontinhos, afinal, até tinham razão! A essência da vida está na poesia e essa só se encontra nos beijos, nos abraços, na natureza, na liberdade e em tudo aquilo que tínhamos como adquirido.

#socialdistancing #everydaycovid #staystrong #staysane #stayhealthy

Também nos podem seguir no InstagramFacebook YouTube

Pág. 1/3