Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Paula Veiga Claro

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe

Paula Veiga Claro

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe

Sugestão do dia #53

31.07.14, Paula Veiga Claro
Os vestidos estilo boho chic da La Redoute para as nossas miúdas que não param de crescer.
Com uma filha a caminho dos 7 anos começo a gostar cada vez mais de outras coisas e ela também! Os folhos e as golas já lá vão! Agora preferimos os looks mais cool mas igualmente femininos 



Mais sugestões para as nossas girls aqui no blog


Desejosa!

31.07.14, Paula Veiga Claro
Quase a acabar de editar as fotos para este grande projeto da Irina Alves para a Chiado Editora. Desejosa de ver o livro nas bancas só com fotos da minha autoria. Desejosa de sentir o cheiro da impressão e apreciar o trabalho final. Estou feliz, pois estou! Projetos destes não surgem todos os dias e este tem tudo para ser um sucesso.


AngelLuzinha

Ser mãe é #26

29.07.14, Paula Veiga Claro
Registar estas "pérolas" para mais tarde recordar:

Aquela cabeça está sempre a pensar e eis que, em plena autoestrada, me salta com esta pergunta: "Mamã, o Jesus que está no céu tem irmãos ou é filho único como eu?!"

Habituada à "simpatia" dos pagamentos de portagens automáticos (que pronunciam aquele obrigada computorizado após o pagamento) saiu-se com esta, perante o silêncio da máquina onde se tira o ticket: "Memmmm, esta é mal educada! Não diz bom dia nem obrigada!"

Ao lanche resolveu dissertar sobre o fiambre: "Mamã, se o fiambre é um animal onde é que tem os olhos e a boca? Os senhores do Pingo Doce são mesmo maus, não são? Não sabem que não se mata os animais?!"

(esta miúda não se aguenta de querida! Fada dos Animais a 200%!)

Há dois dias que ando com uma dor num dedo. Ela vira-se para mim e exclama: "Mamã, deves ter batido com o dedo nalguma coisa! Deves ter os ossos baralhados!"

Adora ver os Morangos com Açúcar que dão no Canal Biggs. Devora cada episódio cheia de entusiasmo e a seguir conta-me tudo vezes sem conta (mãe sofre!). Hoje saiu-se com esta: "Mamã, quando eras pequena também gostavas de ver os Morangos?"

Fartei-me de rir e respondi: "Ohhh Rafaela, quando eu era pequena não havia Morangos nem nada disso!"

"Ahhh pois, tu já és muito antiga mamã!" 


What??? Já sou muito antiga!! LOL! As coisas que uma pessoa ouve!

AngelLuzinha

Uma nova forma de amar

28.07.14, Paula Veiga Claro
Adoro vê-las correr atrás uma da outra numa alegria que transcende todos os limites. Na quinta feira fez um mês que a Amélie entrou para a nossa família e o balanço é ESPETACULAR! Temos uma adoração pela raposinha que nem calculam! É uma espécie de eterna bebé. Tem dois anos e pouco (segundo a avaliação que a veterinária fez pela dentição) e já não cresce mais. Pesa apenas 2.300Kg e vai ser sempre assim, fofinha, doce e minúscula. A quem a abandonou desta forma dantesca só posso desejar o pior. 

Porta-se como uma princesa, não faz disparates, porcarias nem barulho (só ladra quando ouve a campainha) e é de uma doçura inexplicável. Adora rebolar-se na relva e é doida pelas suas bolinhas! Quando quer brincar tira-as da caixa (com a boca e com as patinhas) e começa a puxar-nos! É a coisa mais querida de se ver! Um amor de quatro patas que arrebatou por completo os nossos corações. Parece uma raposa bebé de peluche (é arraçada de potengo e chihuahua) e é mimada por nós até mais não 


A Rafaela também já lhe apresentou o gato a pilhas e foi um fartote de rir! Primeiro ficou a olhar para ele como quem diz "Mas que raio de coisa é esta que mia e anda de uma forma tão estranha???"... a seguir aproximou-se amedrontada... e depois cheirou... e tornou a cheirar... e ficaram grandes amigos! 

Memmmm este gato é bastante mais simpático que estes


E eu que só pensava arranjar um quatro patas quando me reformasse! Se soubesse o que sei hoje já tinha feito a vontade à Rafaela há muito mais tempo! A única coisa menos agradável é ter que a levar à rua antes de me deitar (para fazer as suas necessidades!) e ter que fazer 240km para a deixar no Alentejo com os meus pais para ir de férias ou de fim de semana prolongado para um local onde não a possa levar (porque de resto anda sempre connosco). Quando o amor é grande tudo se faz com uma perna às costas e aqui a mamã está completamente maravilhada (e rendida!) a este amor tão fiel, tão puro, tão genuíno 


Pág. 1/6