Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Angel Luzinha

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe.

07.02.18

Conselhos de uma mãe que só quer o teu bem

Paula Veiga Claro
 Sorri para a vida com determinação e nunca confies demasiado em ninguém, a não ser em ti mesma. Porquê? Porque desta forma evitarás o sabor amargo da desilusão. Não quero que vivas de pé atrás, não quero fazer de ti uma desconfiada mas quero que cresças de olhos abertos porque o ser humano é traiçoeiro e quem nasce com um coração de ouro como o teu, acaba por sentir na alma (mais tarde ou mais cedo!) esse punhal acutilante. Por isso mesmo, vou-te alertando para que (...)
18.01.18

Ser mãe é #38

Paula Veiga Claro
Nunca fui pessoa de deixar para amanhã o que posso fazer hoje. Por um lado é bom porque desta forma tenho sempre a vida em dia mas por outro é mau porque não sou capaz de desligar e dizer "Que se lixe! Fica para amanhã porque hoje vou mas é ficar de papo para (...)
26.12.17

10 anos ♥

Paula Veiga Claro
A minha mãe diz que o tempo voa e que nem acredita que hoje já faz 10 ANOS que nasci no Hospital Cuf Descobertas às 20h04 de parto natural com ventosas (foi terrível mas lá consegui sair!) com 49cm e 3.320Kg de pura fofura. Ela diz que ficou exausta mas (...)
29.11.17

Ser mãe é #37

Paula Veiga Claro
Na semana passada, uma amiga minha deixou-me esta mensagem no facebook: "Quando é que dormes rapariga?! Tenho lido os teus posts e das duas uma, ou tens pilhas daquela marca começada por D ou consegues descansar de olhos abertos!"NÃO, não tenho pilhas duracell (...)
18.07.17

Ser mãe é #36

Paula Veiga Claro
Quem me segue já sabe que sou uma mãe galinha assumida. Nunca a impedi de explorar o mundo, aliás, cá em casa somos adeptos de uma vida ativa ao ar livre e ela tem tido uma infância repleta de parques, jardins, praia, piscina, mergulhos, ginásio, bicicleta, (...)
06.06.17

Ser mãe é #35

Paula Veiga Claro
Chegar a esta altura do ano com os miolos em água porque uma pessoa passa o dia a trabalhar e ainda tem que se atirar ao estudo com os miúdos. É duro! Sobretudo para quem trabalha de segunda a domingo (como eu!) e chega à segunda feira com a sensação de que os dias se engolem sem pausas.Para (...)
04.05.16

O que esconde este embrulho? AMEI!

Paula Veiga Claro
Na sexta feira chegou da escola mega feliz e esvoaçante. Assim que me viu disse logo: "Tenho que ter muito cuidado com a mochila porque trago aqui o teu presente! Não o posso esborrachar! É lindo! Tu vais adorar, adorar, adorar!"E para aqui andou a cantar e a dançar de volta das minhas pernas. É incrível como uma criança consegue encher uma casa (sobretudo uma criança como ela que fala pelos cotovelos e tem energia para dar e vender!). A seguir escondeu-o, andou aos segredos com o (...)
28.04.16

Coisas que se ouvem aqui em casa #16

Paula Veiga Claro
"Sabes mamã? Já começámos a fazer o presente para o Dia da Mãe mas temos que adiantar o trabalho em casa e há uma coisa que eu não consigo fazer sozinha!""O quê? Não me digas que ainda vou ter que te ajudar a fazer o presente que me vais oferecer! Isso assim não tem graça nenhuma! Não percebo porque é que a professora vos encomenda um serviço que não conseguem fazer sozinhos! O melhor é falares com o papá para ver se ele te consegue ajudar porque de outra forma não tem (...)
29.07.15

Coisas que se ouvem aqui em casa #10

Paula Veiga Claro
Ontem estávamos as duas na brincadeira em cima da cama, quando ela me abraça e diz:"És a mamã com que eu sempre sonhei! Fofa, querida, divertida, tonta e linda!"A seguir limpei os litros de baba (filha mais querida!) e transformei-me no monstro das cócegas que a ataca e a devora com beijos ♥Ainda bem que (...)
03.06.15

Coisas que se ouvem aqui em casa #9

Paula Veiga Claro
Querida Rafaela, sei que o tempo voa e que não me pertences. Sei que não te posso ter assim pequenina para sempre. Sei que vais ganhar asas e voar. Não posso parar o tempo mas posso congelar estes momentos. Um dia vais perceber porque é que corro para o meu bloco de notas quando dizes aquelas pérolas que só uma criança consegue pronunciar. Um dia vais perceber porque é que nunca me canso de te fotografar, mesmo naqueles dias em que a minha lente encara um ritmo frenético de (...)