Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Angel Luzinha

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe por Paula Veiga Claro

Angel Luzinha

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe por Paula Veiga Claro

Pensamento do dia

23.03.12 | Paula Veiga Claro
Hoje de manhã, ao ler um post de um amigo meu, deparei-me com esta grande frase de Agostinho da Silva. O meu espírito poético e sonhador não resiste a estas sábias palavras que aqui partilho.

"Não force nunca; seja paciente pescador neste rio do existir. Não force a arte, não force a vida, nem o amor, nem a morte. Deixe que tudo suceda como um fruto maduro que se abre e lança no solo as sementes fecundas. Que não haja em si, no anseio de viver, nenhum gesto que lhe perturbe a vida".

(Agostinho da Silva, na obra "Sete Cartas a um Jovem Filósofo")