Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Angel Luzinha

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe por Paula Veiga Claro

Angel Luzinha

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe por Paula Veiga Claro

Inacreditável.... fiquei parva, a sério!

12.11.12 | Paula Veiga Claro
Às 15h00 fui buscar a bicharoca à escola e ela queixou-se do ouvido esquerdo.
Liguei para a pediatra e suspirei de alivio quando soube que tinha vaga para hoje (eu sou assim, uma mãe hipocondríaca e sempre demasiado preocupada com tudo).
Ela ficou toda contente e exclamou "boa mamã! já tenho muitas saudades da minha médica!"
Às 15h20 começou a dizer-me que afinal tinha sido só uma impressão e que já não lhe doía nada. Queria lanchar e ir brincar comigo para o quarto.
Eu olhei para ela e comecei a passar-me. E agora? desmarco a consulta ou não?... esta pirralha dá comigo em doida!... mas optei por ouvir o meu coração e não cancelei nada.
Ela começou a protestar e eu a fazer-me de surda para não me irritar. Já não lhe doía nada, já não queria sair de casa e já nem tinha saudades da médica. Só já me falava em comer e preparar a brincadeira.
Continuei a respirar fundo e às 16h20 lá estávamos, contra a sua vontade, no consultório da pediatra. Ela mais fresca que uma alface com a sua energia e tagarelice habitual... e eu a pensar "vou mas é fazer figura de ursa! mas porque raio não desmarquei a consulta!"

Diagnóstico: Uma otite no ouvido esquerdo (que já tinha rebentado!!!!!) e uma amigdalite das valentes cravada naquela garganta. Vi os pontos cheios de pus com os meus olhos no momento em que estava a ser examinada. Fiquei parva! senti-me a mãe mais tonta do mundo mas a verdade é que, por incrível que pareça, não dei por nada!! como é que é possível? eu que sou sempre a primeira a perceber que há algo de estranho nas raras vezes que ela adoece porque começa a ficar rabugenta, irritadiça, perde ligeiramente o apetite ou acorda durante a noite, algo que só acontece quando está mesmo doente. Mas desta vez nem ranhocas, nem tosse NADA! sempre imparável como de costume! tem pulado, corrido, dormido, comido e falado pelos cotovelos. Como é que uma criatura com a garganta naquele estado consegue comer?... e não tem dores?... e o ouvido?... rebentou e ela só se queixou hoje de manhã? e passados vinte minutos já me estava a dizer que afinal tinha sido só uma impressão?!!... e já de fartou de protestar porque a médica a proibiu de ir à natação esta semana. No consultório ouviu e nem refilou mas assim que se apanhou sozinha comigo começou logo a massacrar-me "mas porquê???? tu és muito querida mamã mas és muito chata! eu não estou doente e tu sabes que eu adoro dar mergulhos! se o ouvido rebentou já não interessa porque se já rebentou é porque já passou!"... ohhh meu Deus, mas esta miúda é doida!?

E lá fomos nós à farmácia comprar o antibiótico. As duas de mão dada, ela sempre a falar e aos pulinhos.... e eu com cara de parva a falar com o farmacêutico "Já viu isto? quem é que diz que esta criatura está com uma otite e um amigdalite das valentes?"

Unbelievable!

8 comentários

Comentar post