Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Angel Luzinha

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe por Paula Veiga Claro

Angel Luzinha

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe por Paula Veiga Claro

Desistir não é opção

14.06.12 | Paula Veiga Claro
Hoje rumámos os três até ao sétimo piso doEl Corte Inglés para o lançamento do livro "Desistir não é Opção!" da autoria de Paulo Sousa Costa que perdeu oseu Paulinho em Setembro de 2010, a uma semana de completar sete aninhos, vitima de umaleucemia fulminante que de um dia para o outro ceifou uma vida que ficou comtanto por viver.

Não me vou alongar sobre este assuntoporque na altura escrevi dois posts (aqui e aqui) e fiquei arrasada porquetrabalhei sete anos e meio com o Paulo Sousa Costa na Men's Health e conheci oPaulinho com semanas de vida. Parece que estou a ver aquele anjinho loiro deolhos doces a andar pela redação ou ao colo do pai e da mãe que tanto o amavam.É um assunto que me perturba brutalmente... se a vida é injusta, a morte é maisainda. Nenhum pai devia viver para assistir à morte de um filho. Se perder umbebé durante a gestação (como eu perdi os meus gémeos) é absolutamentedevastador... não consigo, nem quero imaginar o que será perder um filho que jácá está entre nós... 

Mas esteja onde estiver, o pequenoPaulinho está a olhar para todos aqueles que tanto o amam e irá ser o Anjinhoda Guarda da pequena Letícia que nascerá em breve, fruto do amor de Paulo SousaCosta e Carla Matadinho a quem fiz questão de dar os parabéns porque aadmiro, porque tem que se ser uma grande mulher e possuir uma imensa força interior para se estar ao lado de um homem que passa por tamanha dor.

Sobre o livro
Desistir Não é Opção! é uma história de amor. De um menino que foiamado desde o dia em que foi concebido, a milhares de quilómetros de distância,numa Nova Iorque de sonho. É a aventura de um pai e de um filho que cresceramjuntos, e se separaram abruptamente. O Paulo ensinou o filho a nuncadesistir, e foi o que ele teve de aprender da pior maneira possível. E, emmemória do anjinho louro, o pai prometeu a si próprio levantar-se e viver.Porque, como costumava dizer ao Paulinho, sempre que ele enfrentava umobstáculo, Desistir não é Opção!

Certo dia na praia, quando um casal dedesconhecidos lhe perguntou a idade, o Paulinho disparou apressado: “Tenho seteanos.” Mas não tinha, era uma mentira inocente de criança, que a um mês doaniversário queria impressionar... Ao lado, o pai fingiu não ouvir, com umsorriso nos lábios.

Naquele momento, debaixo de um Solradioso, ao ouvir o barulho das ondas, Paulo Sousa Costa desfrutavaapenas do despreocupado amor pelo filho, no último dia de praia, no fim doúltimo Verão que passariam juntos. O Paulo não sabia, nunca poderia imaginar,que o Paulinho não chegaria a fazer sete anos. Ao anjinho louro, de cabeloencaracolado, sobravam apenas 15 dias de vida. Num dia estava bom, no outro jánão estava, levado por uma leucemia fulminante.

Sobre o autor
Paulo Sousa Costa nasceu em Angolatendo-se mudado na altura da descolonização para o Brasil, onde viveu durantequatro anos.
Estudou Direito e Marketing mas foi aojornalismo que dedicou grande parte da sua vida profissional. Foi o diretorfundador da edição portuguesa da revista Men’s Health, onde trabalhou duranteoito anos. Neste período acumulou as funções de Editor Residente nodepartamento Internacional do Grupo norte-americano Rodale, razão que o levou aviver nos EUA. Depois de ter sido um dos apresentadores do programa Eles SobreElas na SIC Mulher, tem colaborado frequentemente com mesmo canal sendo o autore o apresentador da rubrica Faça Como Eu, exibido no programa Mais Mulher.
Iniciou-se no teatro na equipa deprodução do musical Os Produtores de Mel Brooks e é neste momento o produtordas peças Os 39 Degraus e A Verdadeira História da Cigarra e da Formiga.

Nota
A receita da venda será canalizada para a futura fundação/organização Dragãozinho Azul com o intuito de ajudar crianças.

5 comentários

Comentar post