Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Angel Luzinha

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe por Paula Veiga Claro

Angel Luzinha

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe por Paula Veiga Claro

A loja da Rafaela... porque a brincar também se aprende!

17.01.16 | Paula Veiga Claro
Andam de volta dos euros e dos cêntimos nas aulas de matemática. Problemas, trocos, notas, moedas... um mundo de contas e mais contas. Quando era mais pequena e me via receber umas moedas de troco dizia: "Ehhh mamã, deram-te tanto dinheiro!". Uma vez pôs a fila da caixa do Continente a rir quando olhou para mim e exclamou: "Estás a ver mamã! Estavas a dizer que não tinhas dinheiro para comprar a boneca mas agora já tens porque a senhora acabou de te dar muito!".

Enfim, era o delírio! Achava que toda a gente me dava dinheiro e que eu andava armada em milionária Tio Patinhas. Mas os anos passaram e a miúda lá percebeu que não tem uma mãe milionária e que os trocos são apenas a diferença. Ninguém nos dá nada e não ficamos mais ricos (muito pelo contrário!) cada vez que vamos ao supermercado ou pagamos as portagens ou blá blá blá.

De qualquer forma, nada como passar da teoria à prática para assimilar a coisa como deve ser. Sim, porque uma coisa é estudar o dinheiro no livro de matemática (e resolver problemas atrás de problemas!) e outra é mexer na massa e ir às compras como gente grande. Por isso mesmo, aproveitámos o domingo chuvoso para montar a barraca no quarto dela. Por ela passávamos horas nisto mas já lhe explique que nem sempre estou para aí virada. De qualquer forma, desde bebé que aproveito as nossas brincadeiras para lhe ir passando conhecimentos. É uma forma de juntar o útil ao agradável. Hoje encarnei na Frankie e fui às compras à loja da Rafaela Rainbow Dash. Uma loja à série com dinheiro a sério para fazer os trocos sem enganar a clientela ;-)

A D. Amélie também participou mas na hora de pagar fugia sempre! Um fartote de rir :-)


"O que é isto D. Amélie? O osso custa 25€ e a senhora só me deu 1€! Faltam 24€!!!!!! Aqui não damos fiado!"


"Frankie!!! Temos que chamar a polícia! A D. Amélie fugiu sem pagar!"


 Os preços marcados por ela em pedacinhos de papel :-)


O serviço da Bela do Monstro já está reservado!



"Não refile D. Amélie! A senhora tem que pagar como todos os clientes!"



Umas horas de brincadeira onde aprendeu sem fazer caras de frete. Sim, porque uma boa brincadeira é  mais eficaz que uma boa aula de matemática, acreditem ;-)


Também nos podem seguir no  Instagram e Facebook


Look do dia #15

15.01.16 | Paula Veiga Claro
Aqui está um look a pensar no fim de semana e nestes dias frios, cinzentos e chuvosos que pedem coordenados quentes, práticos e confortáveis para que possam brincar à vontade sem se sentirem enchouriçados dos pés à cabeça! 

Sei que ela não gosta de roupa com bonecos (felizmente! eu também não suporto!) mas esta sweatshirt voou dos saldos da Benetton diretamente para o guarda roupa cá de casa. É azul (como tanto gosta), tem uns gatinhos amorosos e é polar por dentro. Uma camisola quente e fofa que ficou o máximo com a gola amovível da Pontinhos. Nos pés as botas que os avós lhe ofereceram e que ela já não larga ;-)

Sweatshirt: Benetton
Gola amovível: Pontinhos
Leggings: Calzedonia
Botas: Ubik









Outros looks aqui no blog

Também nos podem seguir no  Instagram e Facebook

Dois livros com a assinatura da Angel Luzinha Fotografia

14.01.16 | Paula Veiga Claro
2015 vai ficar marcado na história da minha carreira porque foi o ano em que tive a honra de ver dois livros nas bancas com fotos da minha autoria. Dois livros apaixonantes onde duas das maiores artesãs portuguesas apresentam e explicam detalhadamente como se fazem alguns dos seus projetos de sonho. Dois livros que têm sido um sucesso e que ganharam vida através da minha lente. Sei que o orgulho é um dos 7 pecados mortais mas é o que sinto cada vez que entro numa livraria e dou de caras com eles!

Amo aquilo que faço, todos os dias dou o litro com o objetivo de fazer sempre mais e melhor (sim, porque a fotografia é um universo infinito e estamos sempre a aprender!) e não posso deixar de sentir orgulho e gratidão quando a vida me dá oportunidade de mostrar aquilo que valho. Sim, porque de nada serve ter talento se não tivermos oportunidades para o revelar.

O "Tric Dicas" da Irene Sarranheira foi lançado aqui em janeiro de 2015 e conta com a chancela da Chiado Editora. Um livro apaixonante onde a Irene apresenta 24 projetos que se conseguem concretizar através de técnicas fáceis que nos permitem fazer trabalhos cheios de pinta, reciclando e utilizando aquilo que temos em casa, ou seja, sem gastar muito dinheiro.


O "Pontinhos de Amor" da Rute Granja foi lançado aqui em outubro de 2015 e conta com a chancela da Marcador Editora. Um livro de sonho onde a autora apresenta 24 projetos e respetivos passo a passo ao longo das 143 páginas que nos remetem para o mundo encantado das rendas, tecidos e botões. 


Obrigada Irene e Rute pela confiança. 
Foi uma honra trabalhar com duas mulheres fantásticas e talentosas como vocês 

Também nos podem seguir no  Instagram e Facebook

Sessões de Natal 2015

13.01.16 | Paula Veiga Claro
Para mim o mês de janeiro é sempre um mês de balanço, organização e planeamento. Gosto de mergulhar em mim mesma (depois das férias e das festas) para refletir sobre tudo aquilo que fiz no ano anterior e arregaçar as mangas para abraçar novas metas porque o sonho comanda a vida e o meu desejo passa por continuar a fazer sempre mais e melhor. Em dezembro prometi que ia atualizar o blog com todos os trabalhos que me faltavam publicar mas deixe-me envolver pelo espírito da quadra e optei por mimar a família e aproveitar as férias ao máximo para entrar em 2016 completamente recarregada. E foi o melhor que fiz! 

Hoje comecei a catalogar/arquivar pormenorizadamente todos os trabalhos de 2015 (que foi um ano excecional, repleto de desafios e projetos fantásticos!) e aproveito este post para recordar as minhas sessões de Natal onde tive o prazer de rever e fotografar algumas das famílias que tenho visto crescer ao longo destes anos. É uma sensação incrível! E quando me ponho a recordar as sessões anteriores? Vi os miúdos dentro da barriga, depois a gatinhar e agora a destruírem o cenário! Muitos deles já me reconhecem e assim que me vêem dizem logo "É a Pala!"... e a Pala fica toda babada porque estes pestinhas dão uma trabalheira mas são o melhor do mundo ;-)

O cenário do estúdio Foto Space vestiu-se de preto, branco e dourado (as cores que mais gosto para esta quadra) e optei (mais uma vez) por um cenário simples, baby friendly, aconchegante e tradicional porque é assim que concebo o Natal. Todas as peças foram selecionadas por mim no IKEA a quem agradeço, mais uma vez, a disponibilidade e colaboração (com exceção das bolas e fitas douradas que fazem parte da decoração cá de casa).

Um cenário querido que fez as delícias da criançada! 
E o cão de peluche? Foi a loucura! Teve direito a dezenas de beijos e abraços e acabou por vir morar cá para casa porque não fui capaz de o abandonar no momento em que entrei no IKEA para devolver o cenário. Sim, sou pior que os putos e a Rafaela ficou radiante quando chegou da escola e o viu em cima da cama. Agora dorme com ele e chama-se Dagz 










































Collect moments, not things 

Também nos podem seguir no  Instagram e Facebook

Uma receita condenada ao sucesso

12.01.16 | Paula Veiga Claro
Os petiscos das nossas mães serão sempre os petiscos das nossas mães! Crescemos, voamos, viajamos, descobrimos novos aromas e sabores mas salivamos só de pensar naquele prato/sobremesa que a nossa mãe faz como ninguém! Isto para vos dizer que este domingo mergulhei nas minhas memórias de infância assim que a minha mãe me disse que tinha feito as tais bolinhas para o aniversário da neta. Estas bolinhas cresceram comigo. Faziam um enorme sucesso nas nossas festas de aniversário (minhas e do meu irmão) e havia sempre mais uma prima, amiga ou vizinha a pedir a receita. Este fim de semana vieram do Alentejo, "aterraram" na festa da Rafaela e plufff! Só restaram estas duas para a fotografia :-)))

Uma receita super fácil, rápida e absolutamente deliciosa. O sucesso é garantido (mesmo para as nabas na cozinha como eu!). Aqui vai:

Picar na picadora 200g de bolacha Maria e 70g de frutos secos (figos e nozes). A seguir adiciona-se 125g de manteiga derretida + 100g de açúcar + 1 ovo. Misturanos tudo, fazemos as bolinhas com as mãos (ou com as formas que quisermos) e a seguir passamo-las pelo açúcar e canela. That's all! Difícil, hein? Experimentem e depois digam-me o que acharam ;-)



Depois das fotos só ficou o papel! E olhem que eu não sou nada gulosa mas estas bolinhas são qualquer coisa :-)

Também nos podem seguir no  Instagram e Facebook

Party time!

11.01.16 | Paula Veiga Claro
O sol não brilhou, a chuva não deu tréguas mas a alegria reinou na Clareira Encantada, o espaço que elegemos (mais uma vez!) para fazer a festa da nossa bicharoca fofinha. Este ano não conseguimos tirar partido do pátio/jardim exterior (chovia a potes!) mas a criançada brincou toda a tarde porque jogos, livros e brinquedos é o que não falta na Clareira. Por isso mesmo, não recorremos a serviços de animação porque a ideia era brincarem e conviverem livremente umas com as outras. A imaginação cultiva-se e há que tirar partido dela entre amigos (fartas de atividades impostas e estipuladas estão as crianças!).

Em suma, foi uma tarde em cheio! Família, amigos e colegas, todos reunidos para cantar os parabéns a uma miúda que estava a rebentar de felicidade. Os petiscos foram feitos por nós e pelas avós (obrigada pela ajuda, tudo cinco estrelas!) e o bolo de aniversário (azul! a cor preferida da Rafaela) saiu das mãos da Doçuras da Patty a quem dou os parabéns porque estava mesmo delicioso! Só podia, a Patty nunca nos desilude ;-)

Estrelas azuis e prateadas, como ela queria. A cobertura de chantilly e mascarpone deu-lhe frescura/leveza e combinou na perfeição com o interior de chocolate.


Só faltou mesmo um grande SOL para encher de luz natural esta sala que estava tão gira! A decoração do espaço vem incluída no pack de aniversários da Clareira (para mim é ótimo porque é menos uma coisa com que tenho que me preocupar!).


Um sucesso estes bolos de côco feitos pela minha mãe! E as bolinhas de bolacha Maria com nozes, figos e canela? Desapareceram num fechar de olhos mas esta semana ainda publico a foto e a receita porque toda a gente lhe perguntou como se fazem ;-)










Uma festa à maneira para esta miúda que merece o melhor do mundo e arredores 

Também nos podem seguir no  Instagram e Facebook

O presente mais que preferido

10.01.16 | Paula Veiga Claro
Tem asas, é a nova paixão da Rafaela e o terror da Amélie. Não, não é uma galinha, nem um pato, nem um abutre! É o helicóptero telecomandado que o Pai Natal se "esqueceu" de lhe oferecer no Natal. O Pai Natal "esqueceu-se" mas o papá não! No dia de aniversário lá estava ele dentro de um grande embrulho. Adorou e agora diz cheia de orgulho: "Não, não foi o Pai Natal que me ofereceu! Foi o meu Xuxu quando fiz anos! O Pai Natal esqueceu-se, deve pensar que as meninas não gostam de helicópteros!".

Pois é Pai Natal, desta vez enganaste-te. Esta miúda adora, dá-lhe com o jeito (nunca pensei!) e só está à espera que o tempo melhore para o testar lá fora ;-)


 Tem calma Amélie! Não tenhas medo, é só um helicóptero! 
A pobre raposa fica apavorada... deve pensar "Mas que raio de criatura é esta??"








Helicóptero Toys R Us

Também nos podem seguir no  Instagram e Facebook


O convite

06.01.16 | Paula Veiga Claro
No próximo domingo vamos ter então a tão desejada festa de aniversário. Já fez anos há duas semanas mas optamos sempre por fazer a festa nesta altura, longe do Natal e do réveillon, para conseguirmos reunir família, amigos e colegas (antes é missão impossível!).

Tem andado numa excitação tremenda (é o seu estado normal desde o Natal!) e para aqui anda de um lado para o outro com uma série de papelada onde vai apontado todos os detalhes (comida, bebida, música, etc, etc). Saber ler e escrever é bom e ela tira partido disso ao máximo! Aponta tudo e mais alguma coisa. Diz que é para eu não me esquecer (como se eu andasse a dormir!). Enfim, também já tive a idade dela e sei bem como é. Fazer anos é motivo de festa e orgulho para a criançada! Passam a vida a disputar o pódio dos mais crescidos, adoram somar anos e dizer que já não são bebés... quando estiverem à beira dos 40 (como eu, para o mês que vem já lá estou batida!) vão passar a ver a coisa de outra forma :-)

A modos que ontem lá foi ela feliz da vida de convites em punho para entregar aos colegas. Convites feitos por mim depois de andar a pesquisar bonecas fofas pela net. Encontrei esta parecida com ela e meti mãos à obra. A seguir foi só imprimir e colocar em envelopes rosa pastel que encontrei num papelaria ao pé de casa. Ficou um amor e ela adorou!


Também nos podem seguir no  Instagram e Facebook

Um grande desgosto à chegada

05.01.16 | Paula Veiga Claro
Lembram-se da nossa Estrelinha? A hamster anã russa que comprámos aqui em janeiro de 2014? Pois é, a bichinha foi-se. Quando chegámos do Alentejo, depois do Natal, estava morta. Cheguei ao pé da gaiola e percebi logo que algo se passava porque ela não saiu do ninho. Vinha sempre a correr de narizinho no ar mas desta vez nada. Gelei. E agora? A Rafaela vai ficar de rastos....

Fui ao quarto e dei-lhe a notícia. Olhou para mim, saltou da cama (era de noite, tinha acabado de se deitar) e foi à sala ver a bichinha. Primeiro ficou a olhar para ela como se não acreditasse e depois sussurrou com uma maturidade incrível "Coitadinha, está morta mas é como se não estivesse porque eu nunca me vou esquecer dela. Os hamsters vivem pouco tempo mas ela teve uma vida muito feliz aqui na nossa casa. Nunca mais me vou esquecer das nossas brincadeiras e das dentadinhas que ela me dava". E a seguir deitou-se lavada em lágrimas.

No dia seguinte, assim que acordou, sentou-se no chão ao pé da gaiola e ali ficou a falar e a cantar para bichinha em jeito de despedida. Cortou-me o coração. 

Não a quis enterrar. Quis que ela ficasse no meio da natureza num sitio verde e luminoso. E assim foi. Ficou a dormir para sempre junto a uma grande árvore no meio do campo rodeada de flores amarelas. Ficam as fotos e os momentos para recordar. 




Foi muito feliz e teve a melhor dona do mundo, disso não tenho dúvida! Mas uma pessoa afeiçoa-se aos bicharocos e depois é uma chatice... não é fácil...

Também nos podem seguir no  Instagram e Facebook