Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Angel Luzinha

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe por Paula Veiga Claro

Angel Luzinha

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe por Paula Veiga Claro

As boas recordações, o passarinho e as aberrações públicas que me chocam...

22.01.15 | Paula Veiga Claro
Lembro-me como se fosse hoje. Quando éramos pequenos, eu e o meu irmão levávamos para casa toda a espécie de bicharada que encontrávamos nos jardins da cidade, até porque tínhamos a sorte de morar mesmo em frente ao maior deles. Um jardim imenso e maravilhoso que nos viu crescer e que hoje perdeu a alma graças ao programa Polis que o transformou numa coisa aberrante. Quem o viu e quem o vê sabe perfeitamente do que estou a falar! Uma obra para lá de medíocre que demonstra um verdadeiro desrespeito pela natureza e pelo património da cidade. O lago maravilhoso cheio de cisnes foi devastado e substituído por banheiras de cimento (que servem agora de baldes do lixo, tantas são as folhas e porcarias que lá vão parar!), os recantos de sonho foram destruídos e as árvores centenárias foram todas arrancadas para dar lugar a um parque de estacionamento público (que está quase sempre vazio!). Uma aberração sem explicação. Com é possível terem transformado um jardim imenso (que qualquer cidade gostaria de ter) numa coisas destas? Sempre que lá vou fico de coração apertado a olhar para tamanha barbaridade e só me apetece insultar quem teve a triste ideia de conceber e aprovar uma obra pública deste género. Alguém teve ter ganho rios de dinheiro com este projeto... mas a população e a cidade só ficaram a perder! E não digo mais nada porque até sinto o estômago a embrulhar-se...

Isto para dizer que, tanto eu como o meu irmão, passávamos a vida a salvar animais mas o trabalho sobrava sempre para a minha mãe! Por aquela casa passaram bichos de conta, caracóis, pardais, pombos, andorinhas, milheirinhas... eu sei lá! Até um morcego bebé lá foi parar (alimentado a conta gotas!). Muitos deles cresciam, seguiam o seu rumo e nós ficávamos com aquela sensação de super heróis. Mas outros morriam e era um desgosto. 

Por isso mesmo, hoje de manhã tive uma sensação de déjà vu brutal quando fui passear a Amélie e dei de caras com este passarinho estendido no meio do caminho. Assim que o agarrei enterrou a cabeça na asa e ficou amalhado no calor da minha mão. Eu só pensava "Estou lixada! Vou ter que te levar para casa e encher de mimos! Mais um bichinho para juntar ao hamster, aos periquitos e à Amélie! Vais ser o nosso pequenino! Quando a Rafaela chegar da escola vai ficar radiante!". E lá fui eu com o passarinho na mão e a raposa mais querida debaixo do braço porque só quer vadiagem e tem que ser arrastada para casa. Cheguei a casa, coloquei-o numa caixinha e corri à arrecadação para ir buscar uma gaiola e um ninho. Quando cheguei já estava de pernas para o ar... tadinho... agarreio-o, ainda lhe consegui dar uma gota de água mas foi-se...

Era apenas um passarinho mas era uma vida. Devolvi-o à natureza. Coloquei-o entre os ramos de um arbusto. E eu a pensar que o ia salvar... e eu já a delirar com a cara de felicidade da Rafaela quando chegasse da escola e visse esta fofura... mas a fofura foi-se. Nunca vai conhecer os encantos da primavera mas fico feliz por lhe ter proporcionado os últimos minutos de aconchego no calor da minha mão...



Não sei se era um pardal... não sou entendida nestas coisas... mas ainda bem que a Rafaela não assistiu a esta cena...

AngelLuzinha

Sugestão do dia #93

20.01.15 | Paula Veiga Claro
Andam à procura de coisas giras para remodelar o quarto dos miúdos? Gostam de peças únicas e originais? Então têm que entrar na loja/showroom da Cristiana Resina. Camas, berços, estantes, fraldários, mesas de cabeceira, cadeiras, poltronas, candeeiros, espelhos, puxadores, estantes, telas, molduras, cabides, almofadas, autocolantes... tudo lindo de morrer! Aqui não há limites para a imaginação! Aqui tudo pode ser personalizado ao gosto dos pequenos reis e rainhas. 

Se procuram inspiração visitem o site e a página no facebook porque vão adorar! A Cristiana tem mãos de fada e o seu amor pelo universo infantil salta à vista em tudo o que cria. O talento e o bom gostam moram definitivamente aqui ;-)





Outras sugestões de decoração aqui no blog

AngelLuzinha

O que se faz num fim de semana chuvoso...

19.01.15 | Paula Veiga Claro
No sábado dormiu a tarde toda depois da festa de aniversário do amigo Lourenço. Uma festa desportiva que decorreu no Parque Em Forma da Decathlon. Não fazia ideia que ali também se faziam festas de aniversário! Não sabia mas fiquei a saber e gostei imenso do conceito. Só sei que me chegou a casa mega rabugenta e adormeceu em segundos agarrada ao seu óó. Uma sesta mais que merecida para uma miúda que não pára sossegada e detesta acordar cedo. Por isso mesmo, toca a aproveitar as tardes chuvosas para por os sonos em dia!

Desatou a chover no sábado à tarde e só parou no domingo de manhã. Um tempo que não se aguenta e que não combina com crianças cheias de energia. Acordar com vontade de fazer programas destes e dar caras com um tempo miserável, é do pior! Ainda conseguimos dar um giro de bicicleta mas passado uma hora já estávamos em casa. Começou a pingar e bye bye passeio.








E lá tivemos que trocar os trilhos encharcados pelo conforto do tapete do cantinho da brincadeira (é assim que ela chama ao recanto tão querido do seu quarto). Bora lá explorar a mala mágica que a amiga Raquel lhe ofereceu no aniversário! Uma mala que contém 4 livros super giros cheios de bonecas, princesas, fadas e bailarinas. Sim! Do alto dos seus 7 anos ainda continua a vibrar com este mundo cor de rosa ;-)



Digam lá o que disserem mas as bonecas de papel nunca passam de moda... elas adoram e nós também ;-)


Estes sapatos ficam bem com este vestido... e esta mala também!... e agora? escolho este colar ou esta pulseira?... girls will always be girls 



E enquanto nós "trabalhávamos" a Amélie passava pelas brasas. Trocou a casota pela almofada e ali ficou aconchegada na cama de princesa que a dona mais pequenina lhe preparou. Com donas assim não admira que esteja tão mimada! Mimos mais que merecidos porque querida mais querida não há ;-)




A ternura mora aqui! Momentos de ouro que vou adorar recordar com ela daqui a uns anos ;-)

AngelLuzinha

Quase nas bancas! O primeiro livro com fotos da minha autoria

16.01.15 | Paula Veiga Claro
Não há fotógrafo que não acalente este sonho. Por isso mesmo, foi com imensa alegria (e algum nervosismo à mistura!) que aceitei ser uma das fotógrafas e rumei aqui (em agosto de 2013) para fotografar detalhadamente o passo a passo dos 24 projetos que compõem o livro da Irene Sarranheira para a Chiado Editora.

O livro vai ser lançado no dia 24 deste mês (às 16h00 na Casa da Cultura em Mafra) e eu estou em pulgas para o ter nas mãos! Obrigada Irene por ter depositado em mim tamanha confiança e responsabilidade. Tenho a certeza que este seu "primeiro filho" será um sucesso e que inspirará muitas mães, mulheres e artesãs. Um filho que também tem um pouco de mim e me deixa muito feliz 



"Provavelmente este será o sonho de toda a artesã. Viver da própria arte, contribuir para o orçamento doméstico, ter uma renda extra, ou quem sabe, montar o seu próprio negócio. Aqui neste livro vamos potencializar as suas ideias e criatividade, aprender tricdicas de como trabalhar a partir de casa com o que você já tem, algumas técnicas de reciclagem e de vendas pela internet. Nossa missão é inspirar pessoas a acreditar no seu próprio potencial, é partilhar conhecimentos, promover a aprendizagem em conjunto, incentivar o empreendedorismo e a fé nos próprios sonhos. Colaborar como o meio ambiente através da reciclagem e assim contribuir ecológica e financeiramente para um futuro melhor. Enfim, vencer a crise com criatividade e muita arte, apresentando projectos rápidos, fáceis, simples e cheios de charme. Tudo explicado passo a passo, com tutoriais claros e muitas fotografias. São 24 projectos super fáceis de elaborar. Várias tricidicas que a vão inspirar a reciclar e criar infinitas possibilidades de ganhar dinheiro. Este é um livro para se ter por perto, pois tenho a certeza que você vai querer sempre consultar."


AngelLuzinha

Uma notícia que a levou às lágrimas

15.01.15 | Paula Veiga Claro
Ontem houve reunião na escola. Quando entrei na sala achei estranho ver a diretora do agrupamento numa reunião de primeiro ano. Fiquei com a pulga atrás da orelha e rapidamente percebi o porquê da sua presença. Foi feito o balanço do primeiro período (a Rafaela está de parabéns! cada vez mais orgulhosa desta miúda que só me dá alegrias!) e a seguir ficámos a saber que a partir de hoje os nossos filhotes vão ter uma professora nova. What??? Estarei a ouvir bem? Em setembro entrou no primeiro ciclo e passados quatro meses vai mudar de professora? Ficámos de boca aberta mas o motivo é mais que plausível. A professora está com problemas de saúde que a impedem de continuar a desempenhar um bom trabalho e a diretora decidiu proceder à sua rápida substituição para que ninguém fique prejudicado. A Rafaela desatou a chorar. Dava dó. As lágrimas escorriam-lhe pela cara enquanto me sussurrava ao ouvido "Nunca mais vou ver a Prof Paula? Ela vai regressar quando estiver melhor? Porque é que ela não descansa um bocadinho e depois volta? Sabes que ela ainda tem o lenço que eu lhe dei? Ela tinha as mãos sujas de tinta e eu dei-lhe um dos meus lencinhos com bonecos para ela se limpar! Eu não quero mudar de professora, ela é tão querida! E agora? Vou ter que aprender tudo do princípio outra vez?"

E lavou-se em lágrimas até ao final da reunião. A doçura dela assusta-me. É uma criança extremamente emotiva e carinhosa. Tem um coração de ouro e afeiçoa-se muito às pessoas. Sei que é uma qualidade que a vai fazer sofrer porque a vida (infelizmente) não está para as pessoas sensíveis. Digo isto porque eu também sou assim e só com o passar dos anos tenho aprendido a ser mais dura. A vida encarrega-se de nos abrir os olhos (e por vezes da pior forma!).

No final foi abraçar a sua Paulinha. Desejou-lhe as melhoras e felicidades. A professora nova também estava presente e sossegou-nos o coração. As dúvidas foram esclarecidas. Vim tranquila. Foi uma transição repentina mas pacifica. É uma professora dos quadros, conhece bem os cantos à casa e tenho a certeza que vai dar o seu melhor.

No regresso a casa expliquei-lhe que a vida é mesmo assim e que pode estar descansada porque não vai aprender tudo de novo! Esta professora vai continuar o trabalho da anterior mas é normal que sinta diferenças porque cada uma tem a sua maneira de ser. Não há duas pessoas iguais. Para além disso, todos nós temos limites e quando não estamos bem temos que parar porque a vida é um bem supremo. A Paula nunca a vai esquecer e ela também não. As pessoas entram e saem do nosso ciclo mas deixam sempre a sua marca. 




Desejosa que as horas passem para saber como lhe correu o dia. De manhã ainda me disse que tinha muita pena de mudar de professora mas chegou à escola bem disposta e curiosa. É uma despachada e como de tímida não tem nada, vai habituar-se rapidamente à sua presença.

Um dia cheio de novidades e muita chuva... nós é que já andávamos mal habituados! Toca a gramar com o inverno outra vez porque é tempo dele..... estas fotos são do ano passado mas podiam ser de hoje (camisa e leggings Zippy).

AngelLuzinha

Ser mãe é #34

14.01.15 | Paula Veiga Claro
Passar pelos saldos da Benetton para comprar um presente de aniversário para o amigo Lourenço e acabar por trazer mais um par de calções para a bicharoca fofinha. Com 50% de desconto nem se pensa duas vezes! Para uma menina que se recusa a vestir calças (só veste leggings e calças de algodão nos dias de ginástica) os calções são uma alternativa prática para o dia a dia e ficam o máximo com as botas de cano alto que ela adora. Para além disso, também servem para as estações mais quentes quando trocar os collants pelas meias (adoro ver os de ganga com uma túnica branca e ténis All Star). Tudo pensado ao detalhe porque ela cresce a um ritmo alucinante e há que fazer compras inteligentes para não ir à ruína. E quando se é mãe de uma menina já se sabe como é... uma pessoa tem que fazer das tripas coração para se segurar porque elas adoram roupa e nós também... apesar de só termos um copo como diz o meu marido! Eles jamais compreenderão esta "necessidade" tão feminina porque são os tais que nunca precisam de nada (mesmo quando têm as calças ou as meias a precisar de reforma!). Felizmente estamos cá nós para os orientarmos nestas coisas ;-)


Para mim, lingerie da Intimissimi também a preços que valem a pena.
Adoro os soutiens desta marca e acabo sempre por comprar o mesmo modelo em vários tons ;-)


AngelLuzinha

Sugestão do dia #92

13.01.15 | Paula Veiga Claro
Seguir o blog Claud's Home onde a Cláudia Nunes partilha a sua paixão pela cozinha (vegetariana/vegan, de inspiração macrobiótica) e outros interesses que a caracterizam. Se gostam de receitas simples, saudáveis e deliciosas têm mesmo que lá ir espreitar! Sopas, crepes, massas, saladas, sumos, doces, sobremesas... as fotos falam por si! Tudo com um aspeto di-vi-nal.

"Qualidade em detrimento de quantidade, simplicidade em vez do complexo e pequeno como substituto do excessivo" são os princípios basilares do quais a Cláudia não prescinde. A máxima "Simple, Small and Slowly" está presente em tudo o que faz. Espreitem aquiaqui, vão adorar 









 Fotos © Claud's Home

AngelLuzinha

Tão bom!

12.01.15 | Paula Veiga Claro
Se está frio vestimos mais uma manga, se está calor toca a despir mas ninguém nos tira a liberdade dos passeios outdoor. Aqui em casa somos todos viciados nestes momentos descontraídos. Tanto eu como o meu marido fazemos parte da geração em que as crianças brincavam na rua e chegavam a casa cheias de nódoas negras e felizes. Ficar a aparvalhar no sofá não é definitivamente connosco! Por isso mesmo, toca a calçar os ténis, toca a vestir uma roupa desportiva, toca a encher a mochila de sandes, fruta, leite e sumos (e uns miminhos para a pobre Amélie que não pode ver ninguém comer! Fica logo com aquela "cara" de bichinha esfomeada!) e aproveitar o fim de semana da melhor forma porque uma luz destas não se pode desperdiçar.



Já mandou vários espetas mas aos poucos vai dominando a bicicleta nova. Esta é maior, tem mudanças mas já entrou no esquema. Sai à mãe porque o papá não quer nada com bicicletas! Tem uma espécie de trauma de infância eh eh eh! Sempre foi fanático pelo mar e pela surfada mas o pai sempre lhe tentou impingir as bicicletas que ele abominava. Cresceu a odiar as duas rodas e nem quer ouvir falar no assunto!

E eu?? Estou de-se-jo-sa de ver a Rafaela totalmente à vontade para levar a minha e trilharmos as duas por estes caminhos fora. Vai ser tão mas tão cool!








Sempre atrás da dona mais pequenina! 
Nunca a perde de vista... é um amor que transcende todos os limites...






Rafaela: Casaco Gap / calças Zippy / camisola de meia gola Neck & Neck /
ténis, bicicleta e capacete Decathlon


Há mais de um mês que anda a tentar fazer a cambalhota para trás. Este sábado perdeu o medo e conseguiu. E depois? Quem é que a tirava dali? Já tinha as mãos quase em sangue e não arredavada pé... é dona de uma energia e de uma persistência que por vezes nos faz bradar aos céus...



No domingo o homem da casa foi surfar para a Praia Grande e nós rumámos novamente até ao Jamor. Ele bem tenda aliciar a Rafaela para o bodyboard mas a loucura do verão já lhe passou... felizmente! Já me chega um doido enfiando algures no mar. Ela adora nadar mas continua a preferir as águas mais calmas. Thanks God!





E se eu vos disser que o vestido desta Barbie era meu? É verdade! Uma herança que passou de mãe para filha... só que eu tinha apenas uma Barbie e ela tem um batalhão.... outros tempos...



 Uma pausa para recarregar baterias com uma Amélie sempre à espera de uma migalhinha. 
Espeta as orelhas e começa a gemer... é só mimo!





Quem disse que as meninas não gostam de jogar à bola? Aqui em casa adoramos! Em pequena joquei na equipa da Cruz Vermelha mas não tenho clube de futebol. Só torço pela seleção ;-)


Óculos Chicco / long sleeve Throttleman / calças Zippy / colar Terços da Lupinha


Com dias assim uma pessoa até se esquece que é inverno!

AngelLuzinha