Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Angel Luzinha

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe por Paula Veiga Claro

Angel Luzinha

Fotografia e o prazer de ser Mulher e Mãe por Paula Veiga Claro

Regresso às aulas e novas coleções

27.08.12 | Paula Veiga Claro
No blog Angel♥Luzinha já se trabalha no regresso às aulas ;-) vou lançar esta semana um passatempo a pensar nos nossos pequenos estudantes e vou começar a publicar os posts com as novas coleções. Um cheirinho do outono que se aproxima com dias mais curtos, frios e cinzentos.... memmm não apetece nada mas tem que ser... "não se pode parar o outono" já dizia a Princesinha num dos seus episódios.


O blog AngelLuzinha também está no facebook aqui 

A minha filha não quer sair de casa num domingo de manhã?

26.08.12 | Paula Veiga Claro
Mas o que é que se passa Rafaela?? A princesa quer ficar a contemplar a Bolsinhas, é isso ;-) ainda perguntou se a podia levar ao parque dentro de uma tacinha com água ou se podia dar uma voltinha de trotinete com ela dentro do cestinho. Mas expliquei-lhe que nenhuma das duas era boa ideia porque a tartaruga não é um cão. Então resolveu ficar em casa a olhar e a brincar com a bichinha... ela e a tartaruga toda a manhã de volta das minhas pernas "mamã olha, ela agora está a esticar o pescoço! mamã olha, ela agora deu um mergulho! mamã anda comigo, vou por a piscina dela um bocadinho ao sol no meu quarto!"... e foi assim. Mas lá consegui por a sopa ao lume (com a ajuda da Rafaela que adora lavar os legumes!), estender duas máquinas de roupa e fazer outras tantas tarefas domésticas sempre com muita conversa e interrupção pelo meio ;-) 


O blog AngelLuzinha também está no facebook aqui 

A nossa Bolsinhas ♥

25.08.12 | Paula Veiga Claro
A verdade é que depois do evento desta manhã fiquei ainda com mais vontade de dar à Rafaela um bichinho de estimação que ela possa tocar e mimar porque ela é uma menina responsável e muito carinhosa... está qualificada para ter um bichinho, sem dúvida!... mas tem que ser um anilmazinho que  não dê demasiado trabalho porque isto é tudo muito bonito mas já se sabe como é! depois sobra sempre aqui para a mamã. Por isso tenho que pensar bem e não posso ir atrás deste meu coração de manteiga, caso contrário estou tramada porque depois não há volta a dar.

"Amorzinho, gostavas de ter uma tartaruguinha?"

"Uma tataiuga de verdade mamã? daquelas muito quidas e pequeninas?"

"Sim, uma tartaruga de verdade, muito querida e pequenina! Hoje depois de sesta vamos comprar uma para ti!"

"Úaúúú mamã, tu és a maior!", exclamou ela agarrando-se ao meu pescoço enquanto me enchia de beijinhos. Ai ai.... o meu coração não resiste a tanto mimo... eu estrago a minha filha com mimos (se é que isso é possível) mas ela faz o mesmo à sua mamã! somos duas lamechas, sempre na beijoquice.
Depois da sesta lá fomos as duas à procura de uma tartaruga. O papá foi para o ginásio enquanto as suas meninas optaram por correr os shoppings da cidade em busca de uma bichinha. Mas não foi fácil!!!... no Alegro estavam esgotadas e no Oeiras Parque só havia duas e já estavam compradas. Bufffff que azar!... mas a senhora ligou para a colega das Amoreiras que a informou que por lá ainda haviam bastantes. E lá fomos nós em busca de uma carapaça simpática. Escolhemos a mais reguila do aquário!... estava toda esticada em cima de uma amiga a fazer bolsinhas, ou seja, a encher e a vazar o seu papinho como fazem os sapos. Atenção que isto não é nenhum termo técnico!!! eu é que digo isto quando vejo um animal a fazer aqueles movimentos. Por isso mesmo, demos-lhe o nome de Bolsinhas e veio connosco para casa. Ela e as suas tralhas (aquário, comida, cálcio e gotas para desinfectar a água). A Rafaela não cabia em si de contente, mais um momento Limetree para a mamã guardar para a posteridade. Segurava o saquinho com uma delicadeza impressionante enquanto exclamava vezes sem conta "ohhhh mamã, muito obrigada! eu nem acredito que tenho uma tataiuga de verdade! é tão quida". E quando chegámos a casa cruzou-se com uns vizinhos à porta e correu logo para junto deles "Vizinha, vizinha! tenho uma tataiuga a sério! chama-se Bolsinhas!"


E a Bolsinhas tem curtido à brava no país dos brinquedos! já posou para a fotografia no carrinho dos Pin e Pons, já experimentou a cama da Rapunzel e até já travou amizade com a tartaruga do Nemo. Atenção que tudo isto é feito com o maior cuidado para não magoar a bichinha porque os animais não são brinquedos ;-)


Após estes minutos de diversão, a Bolsinhas regressou à sua piscina e qual não foi o meu espanto quando vejo a Rafaela a preparar-lhe um jardim! foi buscar uns lencinhos e colocou um debaixo do aquário e outro ao lado. Em seguida encheu-os de laços, flores e conchas (as tais que apanhou na praia durante as férias). E para guardiãs do jardim da tartaruga escolheu a Winx Stella e as Pop Pixies. Que ternura!... fez uma bagunça dos diabos para preparar o jardim mas aqui a mamã só observou porque estas cenas são únicas.


Agora só espero que a Bolsinhas cresça lentamente porque há uns anos atrás tive três tartarugas (a Rafaela ainda nem era nascida) que acabaram num lago porque cresceram imenso e eu achei que o melhor era irem para um sitio em condições porque estavam e-nor-mes. Era o Crocodilo (comprada em Lisboa) a Jessica (vinda do Algarve) e a Gaudi (comprada em Barcelona, era linda e veio ao meu colo dentro do saco com água de Barcelona até Lisboa... de carro, horas e horas!). Enfim, só eu!... eu e a eterna criança que vive dentro de mim 

O blog AngelLuzinha também está no facebook aqui 

Entre os amigos de quatro patas

25.08.12 | Paula Veiga Claro
Hoje lá fomos os três até à 7ª Exposição Canina Nacional e 61ª Exposição Canina Internacional do Estoril sobre a qual vos falei aqui. Ohhhhhh pra nós todas giraças no meio dos amigos cães!!!! ahhh pois, porque os cães merecem muito mais consideração que certas pessoas, disso não tenho dúvidas. Escusado será dizer que a Rafaela adorou esta manhã entre os amigos de quatro patas, mais um momento Limetree para mais tarde recordar com muitas fotos e observações deliciosas por parte da minha filhota que deixa a sua mamã completamente babada com tanta doçura. É que ela é mesmo a ternura em pessoa, a sério!... talvez por isso a bicharada reaja de forma tão dócil à sua presença. Ela diz que é a Fada dos Animais e eu começo a acreditar porque não há animal que não se derreta com os seus mimos e palavras. Gostou particularmente dos Yorkshires e dos Chihuahuas. "São mesmo queridos mamã!" dizia ela completamente derretida. E ainda tentou separar dois pequenotes em pleno acto sexual porque na sua santa inocência estavam a brigar!!!! "Papá, mamã, estes dois cãezinhos estão a lutar!", dizia ela... eu e o papá só nos riamos! "Deixa estar Rafaela, não os incomodes, eles não estão a brigar, estão só a brincar não te preocupes!".


Este Yorkshire estava quase a entrar na passadeira vermelha mas não parecia minimamente stressado com a situação. "Óóóóóó mamã, esta cadelinha é mesmo um amor!", dizia a Rafaela enquanto a cobria de festinhas (para algum desespero da dona que tinha acabado de a embonecar para ser avaliada pelo jurí). Mas olhem-me só para o ar de satisfação da bichinha! fechava os olhinhos e aninhava o focinho nas doces mãozinhas da minha filhota. Que ternura!... por momentos tive vontade de ter uma cadelinha assim em casa. Aliás, se um dia tiver um cão, não tenho dúvidas de que será um Yorkshire ou um Chihuahua porque são pequeninos, fofos e até cabem numa mala. Quando me reformar penso no assunto. Nessa altura a Rafaela será uma senhora e a mamã vai ter muitas saudades destes maravilhosos tempos de infância em que ela anda sempre agarrada a mim a pedir beijos e miminhos... por isso, o melhor será arranjar um cão para entreter aqui a velhota ;-)


Sabem o que é que me surpreendeu verdadeiramente? a postura, a elegância e o comportamento exemplar de todos estes animais. São verdadeiros príncipes e princesas caninas, a sério! começam desde muito cedo a ser treinados para participar nestas competições e portam-se à altura. Fazem tudo logo à primeira e nem se mexem enquanto são penteados, escovados, lavados e enfeitados antes dos desfiles. E a fotogenia dos bichos???... "posso fotografar?", perguntava eu. Os donos davam-lhes essa indicação e eles ficavam de imediato em posição de capa de revista. Unbelievable!!.... têm que me ensinar esta técnica... eu vejo-me grega para tirar uma foto em condições à minha filha porque ela não pára quieta... para já não falar nas pilhas de nervos que apanho enquanto a penteio porque tenho sérias dificuldades em fazer-lhe tranças ou rabo de cavalo naquela cabeça em permantente movimento... e para lhe lavar os dentes??... ahhhh pois, não é fácil porque nem a lavar os dentes consegue estar calada ;-)

Adorei esta cadelinha branca com o laçinho preto. "Uáuuuuu mamã, parece uma noiva!", exclamava a Rafaela. É um exemplar da famosa raça Cimillet Maltese. Parece mesmo uma noiva, uma princesa ou um anjo canino. A verdade é que saí de lá cheia de vontade de arranjar um animal de estimação para a nossa Luzinha porque ele realmente merece. Temos dois periquitos hiper barulhentos mas não admitem qualquer tipo de festas ou carinhos e a bichinha de conta Clarinha já se foi desta para melhor. Hoje à tarde vamos tratar do assunto... vamos comprar um novo membro para o nosso agregado familiar, uma bichinha que a Rafaela possa mimar e tocar. Depois conto  


Rafaela: Vestido Catimini / t-shirt Benetton / mala Zippy

Feliz ao meu pescoço!

24.08.12 | Paula Veiga Claro
Ando encantada com este fio que comprei em Sesimbra, na Mila Boutique, nas últimas férias de que vos falei aqui. Nós mulheres temos destas paixões! eh eh eh!... e eu sou de amores à primeira vista, ou seja, posso ver toneladas de coisas e nada me agradar mas quando vejo uma coisa que me chama a atenção é a valer!. Adoro flores, corações e peças delicadas, por isso mesmo os meus olhinhos brilharam quando se cruzaram com este fio na montra da dita loja. Uauuu!! é a minha cara, pensei eu.... vamos lá ver quanto custa... e lá veio ele ao meu pescoço! ahhhh pois, tirei o que tinha e trouxe logo este!... eu sou assim, geralmente saio das lojas a usar aquilo que acabei de comprar (a roupa é a exceção). Há pessoas que guardam tudo para momentos especiais mas para mim estar viva é o maior momento especial que se pode ter. Imaginem que sou atropelada ao sair da loja????... ficava ali estendida e nem tinha o prazer de estrear o fio.... naaaaaaa, nem pensar!

Escusado será dizer que a minha filhota começou logo a fazer-se a ele "uaúúúúú mamã! é lindo! posso ficar com ele? tu emprestas-me?". A minha resposta foi NÃO porque vai ficar-lhe demasiado longo e vai partir-se em três tempos. Para além disso, ela tem pilhas de tralha, não precisa de andar a usar as minhas coisas.... ahhhh pois, porque aqui em casa impera uma estranha forma de democracia, ou seja, o que é dela é dela e o que é meu é nosso... aposto que muitas de vocês compreendem perfeitamente aquilo que eu estou a dizer!... uma coisa é partilhar e a outra é usurpação constante.

Aqui anda ele feliz ao pescoço da mamã. Quando a pequena cria for maior (e mais sossegada!) logo o partilho com a madame ;-)


Sempre sonhei com este momento ♥

24.08.12 | Paula Veiga Claro
Quem segue o meu blog já percebeu que sou adepta de uma mente sã em corpo são e que pratico desporto desde muito pequenina. Nasci com este "vício" e já escrevi aqui sobre ele. Aliás, aqui em casa somos todos desportistas e é com o maior orgulho que aderimos hoje ao pack family do health club que frequento. Nem acredito!... estou mesmo satisfeita, sempre sonhei treinar juntamente com a minha filha  ;-)

O papá pediu transferência para o meu clube, cancelámos as aulas de ginástica que a piolha tinha na escola e aderimos a este pack family que é bastante mais vantajoso para nós. Não faz sentido nenhum cada um treinar num local diferente, quando podemos treinar todos no mesmo sítio, com excelentes condições e a um preço muito mais simpático. Por isso mesmo, hoje lá fui eu com os meus amores oficializar a transferência do papá e a inscrição da piolha. Eles foram comigo para conhecer as instalações e ficaram muito satisfeitos. A Rafaela vai passar a ter duas aulas por semana, uma de ballet e outra de natação. Foi ela que escolheu as modalidades porque a pimpolhinha do alto dos seus quatro anos (não tarda com cinco!) já sabe muito bem o que quer. Ela adora chapinhar e tem uma apetência extraordinária para actividades aquáticas (acho que herdou o espírito de surfista do papá porque aqui a mamã nem pode com água no nariz!!) e estas férias não houve um único dia em que ela não me dissesse que gostava de aprender a nadar. 

Nós já tínhamos pensado em pô-la nas aulas de natação da escola mas achámos demasiado caro... mas agora com este pack family a conversa é outra! Treinamos todos no mesmo local, pagamos menos e eu ainda tenho o prazer de acompanhar a minha pequena cria nesta nova etapa da sua vida. Mal posso esperar pelo mês de Setembro para a ver com o seu tutu cor de rosa a dar os primeiros passos de bailarina e de fato de banho a nadar como gente grande. Está a crescer!... e a verdade é que cada fase do seu crescimento é um mar de descobertas e coisas boas... estou mesmo babada, a sério ;-)... devem pensar que eu não bato bem da cabeça mas para mim é uma enorme satisfação entrar pela porta do health club adentro de mão dada com a minha filhota, ambas envoltas neste espírito desportivo familiar 



BOM DIA ♥

24.08.12 | Paula Veiga Claro
Andava aqui feita barata tonta mas já me organizei. Vou atirar-me agora aos vossos mails e mensagens ;-) não me levem a mal mas não é fácil responder a tudo com a brevidade que desejo. Mas prometo que hoje fica tuuuuuudo em dia. Para além disso, já ando aqui a preparar o regresso às aulas! para a semana vou lançar um passatempo a pensar nos nossos pequenos estudantes e vou começar a apresentar uma série de posts com as novidades para a próxima estação. Uma das coisas boas do outono são as novas coleções que nos inspiram aconchego, conforto e carinho. Não pensem que estou a chamar pelo frio!.... naaaaaaa... mas estas novidades são um encanto.

Beijokas e bom fim de semana!.... adoro esta foto com sabor a verão que tirei nas últimas férias


O blog AngelLuzinha também está no facebook aqui 

Made in Portugal: Anita Catita

23.08.12 | Paula Veiga Claro

Depois de um interregno de duas semanas e meia por motivo de férias (porque aqui a mamã também tem direito à vida) aqui estou eu a retomar a minha querida rubrica semanal Made in Portugal. E que retoma! Estou completamente babada porque após muitos encontros e desencontros lá consegui entrevistar (finalmente) a Sandra Reis de quem sou fã absoluta. A Sandra é a mentora da conhecida marca Anita Catita, uma marca que conta com uma incrível legião de admiradores porque o seu universo é absolutamente irresistível. Aqui fica a conversa com a mãe, mulher e artesã que não se deixa deslumbrar com o sucesso e continua humildemente com os pés bem assentes no chão ao serviço da imaginação.

Como e quando surgiu a marca Anita Catita?
Em menina adorava inventar e um dia, por volta dos seus 10 anos, fiz uns cestinhos de corda e uns passarinhos de lã com dizeres de carinho em cada um deles. Por brincadeira, coloquei para venda numa loja da minha vila e as pessoas adoraram. A partir daí não parei mais de criar, inovar, inventar e aprender. Com o nascimento dos filhotes, surgiu a vontade de estar com eles o maior tempo possível, abdiquei da minha actividade profissional e tornei-me mãe, esposa e artesã a tempo inteiro. O registo da marca veio de forma natural com o evoluir do trabalho. Protege um pouco o criador, mas infelizmente nos dias de hoje já de pouco vale.
.
Com quem é que aprendeu a costurar de forma tão exímia?
Na verdade não tenho formação, sou uma autodidata das costuras, tento melhorar a cada peça que faço, mas longe de mim considerar a minha costura de exímia. Vou aprendendo com a experiência e evoluindo com a mesma, mas considerando sempre um trabalho artesanal, nada de exigências de perfeccionismo que em meu entender roubam a alma aos trabalhos. 

Porque é que resolveu batizar a marca com o nome Anita Catita?
O nome Anita Catita surgiu com o nascimento da minha filhota Ana Maria, ela é a minha Anita Catita. Agora uma Anita Catita crescida (sorrisos).

Qual é a sua fonte de inspiração? 
As crianças continuam a ser a minha maior fonte de inspiração, mas com a chegada dos 40 anos a vida passou a ter um outro colorido, é uma idade tão plena, que as inspirações podem surgir das coisas mais simples e banais do nosso dia-a-dia. 

É a Sandra que cria todas as suas peças ou conta com a ajuda de outras pessoas na parte criativa?
A parte criativa está toda ao meu encargo, faço questão disso mesmo. Na confeção conto com a ajuda de uma colaboradora, que além de me entender na perfeição é de uma ajuda valiosa para que tudo saia bem e a tempo, pois o meu dia a dia continua a ser dividido entre actividades escolares e desportivas dos filhotes.

A Anita Catita é um universo mágico repleto de ternura e alegria. É uma espécie de extensão da sua alma?
Gosto de pensar que sim, de uma coisa estou certa, o facto de viver rodeada de magia e de peças que inspiram ternura, faz com que a minha vida seja mais doce e plena, encontrei nesta forma de vida uma plenitude que me faz muito feliz.

A Sandra tem umas mãos de fada e gosta de ensinar a sua arte a quem quer aprender e é com esse objectivo que faz workshops com alguma regularidade. O que é que as mães mais desejam aprender?
As mamãs estão cada vez mais motivadas para fazer coisas com as suas próprias mãos, desde brinquedos para os filhotes aos pequenos presentes que lhes vão permitir reduzir despesas. Gostam de aprender de tudo um pouco, estão super empenhadas, adoram comprar as fitinhas, os tecidos e os botões, estou em querer que está a nascer uma nova forma de terapia e de descompressão do stress que a vida nos trás.

A Sandra apostou no conceito do it yourself através dos seus famosos kits “Costurar com Carinho”. Os meus preferidos são os Anjinhos da Guarda e as Fadas dos Dentes, são absolutamente maravilhosos. Eu até tenho jeito para a costura mas será que qualquer uma de nós consegue fazer estas maravilhas adquirindo os  kits e seguindo as instruções?
Os kits surgiram da necessidade de dar a conhecer e de permitir que mais pessoas tivessem acesso aos projetos, de uma forma simples e com o propósito de incentivar e desenvolver o gosto de criar algo com as próprias mãos, além de dar a oportunidade a quem os faz e a quem os recebe de ter uma peça de carinho. São para ser feitos aos poucos e com calma, como se de uma terapia se tratasse. Todos os kits são compostos por: Passo a passo, moldes e todo o material necessário para a realização do projeto, incluindo tecidos, fitas, rendas, flores, botões etc..
Tenho a certeza que com carinho e seguindo os passos qualquer uma de vós consegue fazer os projetos que proponho.

Qual é a peça que mais prazer lhe dá fazer?
Não tenho uma peça de eleição. Gosto de fazer um pouco de tudo, desde que não tenha de a repetir muitas vezes! Sei que sou uma privilegiada pois realmente posso fazer aquilo que amo.

Pensa estender a marca a outros universos?
De momento não. Mas que sabe um dia... (sorrisos).

Após todos estes anos não começa a sentir uma certa dificuldade em criar peças novas?
Não, muito pelo contrário, por vezes o difícil é conseguir ter tempo para realizar todas as novas ideias que vão surgindo.


Como é que imagina a Anita Catita daqui a dez anos?
Não faço a menor ideia, nunca faço planos de futuro, vivo muito o dia a dia, gosto muito do presente e das surpresas que o amanhã me pode trazer, mas espero continuar a fazer o que amo, no meio de fitas rendas e botões, é assim que me sinto feliz .

Que mensagem gostaria de deixar às leitoras do blog Angel Luzinha?
Geralmente digo sempre para serem fiéis a si mesmas, façam o que fizerem, tentem sempre dar um cunho próprio ao que fazem, os trabalhos têm de espelhar a alma de quem os faz, só assim podem ser especiais, poucas são as ideias originais, já está de tudo um pouco inventado e feito, mas é sempre possível marcar a diferença.

E foi assim a conversa com a Sandra Reis a quem desejo as maiores felicidades a nível pessoal e profissional. O difícil foi selecionar algumas das suas peças para publicar aqui no blog.... acreditem, gosto de tudo e vi-me grega para fazer esta seleção!
Mas podem ver tudinho no blog da Anita Catita aqui ou na página do facebook aqui




O blog AngelLuzinha também está no facebook aqui 

Um programa imperdível e gratuito para o próximo fim de semana

23.08.12 | Paula Veiga Claro
Ora aqui está uma excelente sugestão para o próximo fim de semana. Nos próximos dias 24, 25 e 26 de Agosto, juntem as crianças e aproveitem para dar um salto até ao Estoril para assistir à 7ª Exposição Canina Nacional e 61ª Exposição Canina Internacional do Estoril. Durante três dias, mais de 900 cães, mais de 90 raças diferente vão desfilar nos Jardins do Casino Estoril e disputar 20 títulos diferentes, entre os quais o mais desejado - o título de Melhor Exemplar da Exposição – Best in Show.

Um fim-de-semana intenso, em que os apreciadores de cães podem admirar de perto os melhores exemplares de diferentes raças, desde as mais conhecidas como os Labradores Retrievers, Boxers ou Yorkshire Terriers, às menos conhecidas como o Cão Lobo Checoslovaco, o Alaskan Malamute, o Vizsla ou o Lhasa Apso.

Nos dias 25 e 26, e a pensar em toda a família, a Royal Canin, patrocinadora do evento, preparou ainda actividades diversas: a Raspadinha Royal Canin, com prémios garantidos; o Jogo da Chave, em que os vencedores ganham alimento adequado ao seu animal; uma Moldura Gigante, em que é possível eternizar momentos únicos, imprimir, levar para casa e colocar no Mural do Melhor Amigo e ainda testar conhecimentos e ganhar mais prémios, com a Roda do Conhecimento Royal Canin.

Vai ser uma animação, sem dúvida! a nossa Rafaela vai ficar doida com tanto cão!... aquela carinha linda vai ficar deslumbrada com tanta bicharada... o pior vai ser o regresso a casa... vamos ver... eu depois conto.

Apareçam por lá! tenho a certeza que os vossos filhotes também vão adorar. A entrada é gratuita ;-)


O blog AngelLuzinha também está no facebook aqui